quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Feliz Ano Novo


Obrigado por sua companhia em 2009, esperamos estar junto em 2010. Sucesso e Saúde a todos!

Temporada de Verão 2010 em São Lourenço do Sul

Vem ai a programaçãodo Verão Mais Quente da Costa Doce! de dezembro a Abril, serão intensas atividades de lazer, es portes e entretenimento por toda cidade, movimentando as pessoas e o turismo local. Confira a Programação:

TEMPORADA DE VERÃO 2010
DEZEMBRO de 2009
11, 12 e 13/12 – Aldeia Festival.
Local: Camping Municipal

13 à 20/12 – Natal Cultural
Local: Em frente à Prefeitura Municipal

JANEIRO 2010
01/01 – Show Pirotécnico, Banda Estação 5 (Noite de Reveillon – de 31/12 para 01/01)
Local: Largo Laura Abreu – (Largo da Cruz)

01/01– Show Kako Xavier
Local: Largo Laura Abreu – (Largo da Cruz), às 22 horas

02/01– Show Banda Rota Luminosa
Local: Largo Laura Abreu – (Largo da Cruz), às 22 horas

09/01– Show Grupo de Bota e Bombacha
Local: Largo Laura Abreu –(Largo da Cruz), às 22 horas

10/01– Etapa Local Garota Verão – Show Banda Toque de Letra
Local: Largo Laura Abreu – (Largo da Cruz), às 17 horas

15, 16 e 17/01 – Gazebo CEEE
(Empréstimo de itens de esportes de praia, brindes)
Local: Terrasse Schultz

16/01– Show Banda Zelda
Local: Largo Laura Abreu – (Largo da Cruz), às 22 horas

17/01– Veraneio Rural
Local: Santa Inêz – 4º Distrito

21/01– Lançamento do CD e DVD do 25º Reponte da Canção
Local: Fazenda do Sobrado, às 21 horas

21 e 22/01- 11º Cavalgada Cultural da Costa Doce
Local: Hotel Fazenda do Sobrado

23/01 – Porto do Rock Festival
Local: Largo Laura Abreu – (Largo da Cruz), às 22 horas

24/01 – Veraneio Rural
Local: Socorro – 3º Distrito

24/01 – Escolha da Corte do Carnaval – Jairinho Banda Show
Local: Largo Laura Abreu – (Largo da Cruz)

30/01– Show Banda Trilha Sonora
Local: Largo Laura Abreu – (Largo da Cruz), às 22 horas

30/01 – Grito de Carnaval Vermelho e Branco
Local: Sport Clube São Lourenço

31/01– Verão Ecosul – Show Grupo Querência
Local: Terrasse Schultz

FEVEREIRO
01/02 - 31º Procissão Fluvial e Lacustre da Festa de Iemanjá
Local: Praia da Barrinha – Margens do Rio São Lourenço

02/02 – Show Banda Cheiro da Terra – 110º Festa de Nossa Senhora dos Navegantes
Local: Comunidade Nossa Senhora dos Navegantes

02/02 – Show Banda Astral
Local: Terrasse Schultz

05, 06 e 07/02 – 2º Festa do Peixe
Local: Camping Municipal

05/02 – Grito de Carnaval
Local: Grêmio Esportivo Lourenciano

06/02 – Grito de Carnaval Verde e Branco
Local: Clube Comercial

06/02– Show Musical Centenário
Local: Largo Laura Abreu – (Largo da Cruz), às 22 horas

07/02 – Festival de Hip – Hop
Local: Praia da Barrinha

13 à 16/02 – 43º Encontro Internacional da Vela
Local: Iate Clube

12/02 – Baile de Carnaval Adulto
Local: Grêmio Esportivo Lourenciano

13/02 – Baile de Carnaval Infantil
Local: Grêmio Esportivo Lourenciano

13/02 – Baile de Carnaval adulto
Local: Sport Clube São Lourenço

13 à 16/02 – Carnaval de Rua
Local: Passarela Samba (Marechal Floriano Peixoto) e Orla da Laguna dos Patos

14/02 – Baile de Carnaval Adulto
Local: Clube Comercial

14/02 – Baile de Carnaval Infantil
Local: Clube Comercial

15/02 – Baile de Carnaval Associação de Amigos do Bairro Navegantes
Local: Camping Municipal

15/02 – Baile de Carnaval Adulto
Local: Clube Comercial

15/02 – Baile de Carnaval Infantil
Local: Sport Clube São Lourenço

16/02 – Baile de Carnaval Infantil
Local: Grêmio Esportivo Lourenciano

19, 20 e 21/02 – Gazebo CEEE
(Empréstimo de itens de esportes de praia, brindes)
Local: Terrasse Schultz

19/02– Show Grupo Nauê
Local: Largo Laura Abreu - (Largo da Cruz), às 22 horas

20/02 –Show Banda Doctor Dog
Local: Largo Laura Abreu – (Largo da Cruz), às 22 horas

21/02– Veraneio Rural
Local: Socorro – 3º Distrito

26/02– Alaor Madruga e Convidados
Local: Largo Laura Abreu – Largo da Cruz), às 22 horas

27/02– Show Musical Estrela
Local: Largo Laura Abreu – (Largo da Cruz), às 22 horas

28/02– Veraneio Rural
Local: Santa Inêz- 4º Distrito

MARÇO
11/ 03 - 18º Pérola em Canto
Local: Galpão Crioulo do Camping Municipal

12, 13 e 14 /03 – 26º Reponte da Canção
Local: Galpão Crioulo do Camping Municipal

13 e 14/03 – 5º Encontro Estadual de Invernadas
Local: Camping Municipal

12, 13 e 14/03 – 6º Feira Municipal de Economia Solidária
Local: Camping Municipal

18, 19, 20 e 21 /03 - 10° Acampamento Regional de Cultura Afro
Local: Camping Municipal

21/03 – Abertura Oficial do Campeonato Zona Sul de Enduro Cross
Local: Pinheiros – 3º Distrito

26, 27 e 28/03 - 13° Moto Lagoa
Local: Largo Laura Abreu – (Largo da Cruz)

05/01 à 10/03 – Verão Premiado ACI
Local: Comércio Local


ABRIL
31 de março, 01, 02, 03 e 04/04 – 5º Feira de Economia de Páscoa
Local: Centro Público de Economia Solidária

24 /04 - Jantar Sabores Culturais

26/04 - 126º Aniversário de Emancipação Política do Município

25/04 – 78º Festa dos Cantores dos Corais Orfeônicos

Obs: Durante toda temporada de verão atividades recreativas do SESC

Um Desejo Pra 2010


Terminamos mais uma década, em que Lula governou o país, fazendo a maior distribuição de renda da história. Agora pra continuar bem na nova decáda, é Dilma lá, e Tarso aqui! com Zelmute na Assembléia, Fontana no Congresso e Paim no senado.

quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Os Presidenciáveis

Enquanto Dilma (PT) e Serra (PSDB) articulam suas campanhas e não oficializam a candidatura a presidência da república. Dois novos coadjuvantes já colocaram literalmente a campanha na rua, José Maria Eymael (PSDC), sempre candidato, já oficializou a sua candidatura. Agora foi a vez do (PTdoB) lançar Mário Oliveira para a disputa, um candidato negro, advogado e engenheiro que tem larga experiência em empresas multinacionais.

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Quem Ganharia o Troféu Incompetência 2009?

Eu fico me perguntando quem ganharia o troféu incompetência de 2009? Obviamente Yeda e Arruda disputam arduamente o prêmio da corrupção, é jogo duro mesmo. Mas ineficiência ninguém chega perto de José Serra e Kassab.
Os dois governantes de São Paulo, maior cidade do país, e estado mais rico da federação, não conseguem sequer socorrer com eficiência o caos que a chuva vem acarretando na região. São milhares de pessoas ilhadas, que perderam tudo desde casa a alimentação, e os gestores parecem nem perceber essa situação e sequer se manifestam.
Um triste troféu que tucanos e democratas ostentam e que demonstra bem, a falta de compromisso que Kassab (DEM)  - Prefeito de São Paulo, e José Serra (PSDB) - Governador de São Paulo tem com a comunidade. Um desrrespeito total. Por tudo isso, e uma série de obras como rodoanel, inacabadas e mal feitas que ambos os gestores merecem o TROFÉU DA INCOMPETÊNCIA DE 2009.

E Tem Mais Tarifaço em Camaquã

A ABAV - Associação Comunitária do Bairro Viegas, o maior bairro da cidade, está indignada com o possível aumento da passagem do transporte público e deve fazer uma manifestação em frente a Prefeitura Municipal de Camaquã, que hoje está em R$ 1,25 e terá um aumento de 20% passando a ficar em R$ 1,50 a partir de 2 de janeiro de 2010. Exatos valores cobrados em cidades grandes como Pelotas e POA.

O Prefeito Ernersto Molon (PMDB), concedeu aos funcionários municipais apenas um reajuste para 2010 de 1% no salário cerca de 3 a 4 reais variando a remuneração. Causando com o aumento da passagem um grande despesa para aqueles que utilizam este serviço público terceirizado e indo muito acima dos indíces de inflação. Cabe salientar que o transporte coletivo em Camaquã, não atende de forma satisfatória todos os bairros, circulando apenas em locais com maior movimento e em alguns bairros sequer atende aos finais de semana.

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

É Hora de Saltar do Barco

Além da Copa do Mundo e das eleições, de 4 em 4 anos acontece a mesma coisa no RS, o PMDB que está sempre no governo, salta da base aliada e se lança ao mar em busca da candidatura própria. Foi assim, quando Britto deixou o PMDB para o PPS, e este colocou Rigotto, e agora com Yeda não será diferente.
Simon, Presidente Estadual da sigla, paladino da moral, já avisou que em janeiro o partido vai saltar do barco e dizer que é oposição. Agora a aposta peemedebista será José Fogaça, Prefeito de Porto Alegre, que com perdão do trocadilho, uma gestão de desgraça na capital dos gaúchos.
Os atuais secretários do PMDB no governo tucano até ensaiaram uma rusga e uma bronca, mas Simon já avisou que sai. Só falta reeditar o slogam do Rigotto "Pacificar o Rio Grande".
A disgraça em 2010 tera nome, sobrenome e músicas, talvez com jingle até conhecido, Fogaça. Espero não ver este filme novamente.

Molon Pretende dar Tarifaço de Presente em 2010 para População Camaquense

NÃO TE CALAS, CONTRIBUINTE!
DIGA NÃO AO TARIFAÇO DO MOLON!

"Atores somos todos nós, e cidadão não é aquele que vive em sociedade: é aquele que a transforma." Augusto Boal

ENTENDA O TARIFAÇO DO MOLON
NA TAXA DO LIXO


Ementa: “Altera a Lei nº 509, de 28 de dezembro de 1979 e revoga a Lei 053 de 07 de novembro de 1989”

O Prefeito Ernesto Molon, encaminhou no dia 21 de dezembro a Câmara de Vereadores, Projeto de Lei Complementar propondo a alterar o anexo VIII da Lei nº 509, de 28 de dezembro de 1979. Para entender as mudanças propostas pelo prefeito colocamos a baixo os anexos da lei em vigor e a proposta de mudanças, também fizemos uma simulação com as duas situações:

ANEXO VIII

DA LEI EM VIGOR;

Unidade % da URM x m²/ ano.

Residencial............................................. 0.25% da URM x m²/ano

Comércio/Serviços................................. 0.40% da URM x m²/ano

Industrial...............................................0.50% da URM x m²/ano

LIMITE MÁXIMO PARA COBRANÇA DESTA TAXA:

Residencial............................................ 30% da URM

Comércio e Serviços............................. 35% da URM

Industrial................................................ 45% da URM

Obs.: URM= Unidade de Referência Municipal = R$ 66,55

EXEMPLO 1

Residência com 60 m² Limite máximo 30% de R$ 66.55 = R$ 19,96

Cálculo: 0.25% de R$ 66,55 x 60 m² =

0.25x66.55 x 60 = R$ 9,98 / 100

EXEMPLO 2

Residência com 130 m²

Cálculo: 0.25% de R$ 66,55 x 130 m² = 0.25x66.55 x 130 = R$ 21,62 / 100

Neste caso o contribuinte entra no limitador paga o máximo R$ 19,96

ANEXO VIII

PROJETO DE LEI ENCAMINHADO A CÂMARA:

Unidade % da URM x área construída m²/ ano.
Residencial.............................................0.5% da URM x m²/ano

Comércio/Serviços.................................0.8 % da URM x m²/ano

Industrial................................................1.0 % da URM x m²/ano

LIMITE MÁXIMO PARA COBRANÇA DESTA TAXA:

Residencial.............................................4 x URM

Comércio e Serviços................................5 x URM

Industrial................................................7 x URM

EXEMPLO 1

Residência com 60 m² Limite máximo= R$ 266,20

Cálculo: 0.5% de R$ 66,55 x 60 m² = 0.5x66,55 x 60 = R$ 19,96 / 100

EXEMPLO 2

Residência com 130 m²

Cálculo: 0.5% de R$ 66,55 x 130 m² = R$ 43,25

0.5x66,55 x 130 = R$ 43,25 / 100

EXEMPLO 3

Cálculo: 0.5% de R$ 66.55 x 800 m² = 0.5x66,55 x 800 = R$ 266,20 / 100

Neste caso o contribuinte paga o máximo: 4 X 66,55 = R$ 266,20

VEJA QUE PELA LEI ATUAL O MÁXIMO QUE O CONTRIBUINTE PAGARÁ É R$ 19,96
PELA PROPOSTA DO PREFEITO PASSA PARA R$ 266,20 UM ACRÉSCIMO DE 1.333%

SIGA O EXEMPLO E FAÇA VOCÊ MESMO O CÁLCULO DA TAXA DO LIXO DE SEU IMÓVEL.


Inconformados com este projeto que aumenta a base de cálculo para a cobrança da taxa de recolhimento do lixo. Estamos convocando a todos os proprietários de imóveis urbanos a comparecerem na Sessão da Câmara de Vereadores na próxima segunda-feira, dia 28 de dezembro, às 19 horas, com objetivo de protestar e pressionar os senhores vereadores no sentido que seja retirado da pauta ou reprove tal projeto.

A aprovação de um Projeto de Lei que gera tamanho aumento na carga tributária deveria, necessariamente, ser precedida, de amplo debate com a sociedade, eis que a majoração pretendida será suportada por todos os setores produtivos, desde a mais simples moradia, passando pelas empresas comerciais, prestadores de serviços e indústrias.

Lamentamos que o governo apresentasse um projeto desta complexidade no apagar das luzes do ano, justamente quando todos estão voltados a festividades de natal e ano novo.

Mas não há outra maneira de frear o ímpeto arrecadador do governo, que não seja pela mobilização da sociedade. Na Câmara o Governo Molon possui maioria. Para vencer só com mobilização popular.
DIGA NÃO AO TARIFAÇO DO MOLON

Zelmute Deseja Boas Festas


quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Feliz Natal Pra Todos


Dilma Destaca Papel da Militância na Construção do Partido


A ministra Dilma Rousseff destacou na noite de ontem (8), durante a realização da festa "Cores do Brasil", que marcou o início das comemorações dos 30 anos do PT, o importante papel exercido pela militância petista na construção e na trajetória histórica do partido até chegar à Presidência da República.
“Eu quero aqui dar um 'Viva' à militância do nosso partido, pela sua garra, disposição para a luta e pela sua participação em todas as vitórias do PT pelo Brasil afora. Essa militância é a principal responsável pela importância política que o PT conquistou nos seus 30 anos de história”, enfatizou a ministra.
O presidente Ricardo Berzoini também destacou o crescimento extraordinário do partido em todo o país nestes 30 anos e a força da sua militância para vencer os inúmeros desafios e colocar o PT no patamar atual de um dos maiores partidos políticos do mundo. “O PT faz 30 anos e se consolida como uma grande referência no cenário político nacional e mundial. O nosso partido nasceu das lutas populares e sindicais para se tornar uma grande força política que hoje governa o país, colocando em prática um projeto político moderno e inovador, num modelo de gerenciamento responsável da nossa economia e onde se prioriza as questões sociais",
Também presente ao ato, o presidente nacional eleito no PED 2009, José Eduardo Dutra, reafirmou os avanços e conquistas do governo do PT, tendo à frente o presidente Lula. “Ninguém mais duvida de que esse é o melhor governo que o país já teve e o povo brasileiro reconhece isso, assim como Lula é o presidente mais popular da história do Brasil, graças às políticas sociais e econômicas implementadas em sete anos de administração democrática”, afirmou.
Durante o evento festivo, a direção nacional do PT fez uma homenagem aos seus ex-presidentes nacionais, que contou com a presença de José Dirceu, Olívio Dutra e Luiz Gushisken. José Genoino, Tarso Genro, Rui Falcão e Marco Aurélio Garcia, que também presidiram o partido, mas não puderam comparecer, serão homenageados futuramente, assim como o presidente Lula que receberá homenagem especial no IV Congresso que ocorre em fevereiro de 2010.

Fonte: Site do PT Nacional

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

São Lourenço do Sul Presente no Lançamento do Sabor Nativo

O prefeito José Nunes, o vice Daniel Raupp e o secretario de Turismo, Indústria e Comércio do município Zelmute Oliveira participaram na quinta-feira (18), no Teatro Guarany em Pelotas, do lançamento dos produtos Sabor Nativo. O projeto é desenvolvido pela Embrapa Clima Temperado e os produtos (geléias, chocolates, sorvetes, polpas, bolachas, pães e produtos dietéticos) trazem o gosto de pequenas frutas de clima temperado como Araçá, Pitanga e Butiá.

Fazem parte do Sabor Nativo seis empreendimentos regionais do ramo alimentício (cinco de Pelotas - Indústria de Doces Caseiros Crochemore, Fragole Indústria de Alimentos, Sorvetes Tamaju, Tortas Diet e Valmatra; e um de São Lourenço do Sul - Silvia Chocolates). Mais informações podem ser obtidas no telefone (53) 3275-8100.

Fonte: Prefeitura Municipal de São Lourenço do Sul

IBRAM Deseja Um Grande 2010


A autarquia criada este ano tem a responsabilidade criar a política museologica para o país, no fomento do trabalho dos museus. O IBRAM vem desempenhando uma grande função como interlocutor e articulador do debate da memória de todos! Valeu IBRAM.

Rápidas Futebolísticas e Políticas


O esporte no Brasil está em alta mesmo, a Copa do Mundo de 2014 e as Olímpiadas em 2016, deve aquecer a economia local dentre os próximos anos. Já Cielo que bateu mais um recorde olimpico nesta semana, ganhou o prêmio de melhor desportista do COB - Comitê Olimpico Brasileiro.
__________________________________________________
Marta é um fenêmono mesmo, pela quarta vez ganha o Prêmio de Melhor Jogadora de Futebol do Mundo, um feito inédito, que nenhum atleta fez na carreira, Dessa vez a companhia masculina, ficou a cargo de Leonel Messi, o Argentino jogou como nunca e esteve presente nos principais titulos do Barcelona.
__________________________________________________
Já Yeda pra variar, perdeu mais. A derrota veio do plenário da Assembléia Legislativa, ontem (22), onde sem apoio a base recuou e retirou o projeto de pauta, garantindo, ao menos neste ano, os plano dos funcionário da Brigada Militar e Professorado.
__________________________________________________
E o Grêmio Sub - 20 fez bonito e bateu o galo mineiro, e sagrou-se  Bicampeão Brasileiro, fazendo muito mais que a equipe preincipal que terminou em 9° lugar. Boa Sorte Silas na nova empreitada!

Novo Secretário Estadual de Turismo Recebe Zelmute Oliveira

O secretário do Turismo, Indústria e Comércio de São Lourenço do Sul e presidente da Agência de Desenvolvimento do Turismo na Costa Doce, Zelmute Oliveira, esteve reunido no dia de ontem (22), com o novo Secretário Estadual do Turismo, José Sperotto. Entre os assuntos discutidos esteve o Carnaval de Rua 2010 de São Lourenço do Sul e diversos assuntos de interesse dos 23 municípios que integram a AD Costa Doce.

Zelmute Oliveira salienta que "estamos entrando em um período de veraneio em São Lourenço do Sul, e que é muito importante como geração de emprego e renda e indutor de fluxo turístico em nossa cidade."

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

A Pizza, o Panetone e o Presente de Grego

Este ano, vai ter presente de natal para todo mundo, e para todos os gostos, ninguem vai sentir falta, Arruda (DEM), Governador do Distrito Federal, aliados à alguns deputados de sua base, se anteciparam e meta-lhe panetone nos brasilienses, os recursos para comprar os presentes natalinos foi tão grande que teve que ser guardado em meias, cuecas, calcinhas e sutiãs. Tanto que tem gente pensando em comprar samba-canção por lá.
No RS, a coisa foi mais farta, depois que o Detran virou um verdadeiro presente de natal para alguns subordinados da Governadora Yeda (PSDB), o Deputado Estadual, relator da CPI da Corrupção, Coffy Rodriguês, que por ironia do destino é da base e tucano, criou a história de ficção do ano, acreditando que não houve corrupção de governo e ainda acusando instituições que fizeram investigações e apurarm os fatos corruptos que se sucederam, por fim atacou a própria Presidente da CPI Stela Farias (PT) de autoritarismo. Devia estar sonhando, no fim, serviu aquela pizza na Assembléia Legislativa, com parlamentares da base governista repetindo o prato.
Yeda é mais generosa, promete para brigadianos e professores, hoje na última sessão da Assembléia Legislativa, aquele presente de grego, em um projeto que reduz os planos de carreria e vantagens salárias. Que presentão! Só falta os deputados da base do governo confirmarem a compra do presente.

Arqueólogos encontram em Nazaré restos de casa da época de Jesus

NAZARÉ, Israel (AFP) - Arqueólogos israelenses encontraram os restos de uma casa que dataria da época de Jesus Cristo na cidade de Nazaré, onde as escrituras afirmam que ele passou a maior parte de sua vida.
Os restos da construção foram encontrados perto da Basílica da Anunciação, construída sobre as ruínas de três igrejas no local onde os cristãos acreditam que Maria foi avisada por um anjo que daria à luz Jesus.
"A descoberta é de absoluta importânica porque revela pela primeira vez uma casa da cidade de Nazaré e, portanto, lança luz sobre a forma de viver no tempo de Jesus", explicou Yardenna Alexandre, porta-voz da Autoridade Israelense para Antiguidades e responsável pelas escavações.
"A construção é pequena e modesta, típica dos habitantes de Nazaré naquele período", acrescentou.
A casa compreende dois cômodos com um pátio e uma cisterna para coletar a água da chuva, além de um poço que poderia servir de refúgio; os arqueólogos calculam que ele teria sido construído como parte dos preparativos dos judeus para a Grande Revolta contra os romanos, entre os anos de 66 e 73 d.C.
Também foram encontrados no local potes de argila, do tipo usado pelos moradores da Galileia na época.
"A partir de poucas provas escritas disponíveis, entendemos que a Nazaré do primeiro século da era cristã era um pequeno vilarejo judeu construído em um vale", disse Yardenna, acrescentando que até agora "algumas poucas sepulturas da época de Jesus foram encontradas; nunca os restos de residências".

Fonte: Site Yahoo

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Aos Museológos

No último dia 18 de dezembro, comemorou-se o Dia do Museológo, uma atividade ainda pouco reconhecida no país, mas de fundamental importância para o desenvolvimento histórico e a preservação material e imaterial de bens, saberes e fazeres de toda a sociedade.
Aos Museológos fica nosso apreço por sua dedicação, e os votos de que cada vez mais seu trabalho seja reconhecido.

Joel Santana
Assessor de Memória e Patrimônio
Casa de Cultura
São Lourenço do Sul

Curso de Antropologia da UFPEL Deseja Feliz Natal


Conheço este curso, e as pessoas que neles trabalham, e posso afirmar o compromisso com a preservação e o desenvolvimento social de nossa região. Obrigado Antropólogos.

PT São Lourenço do Sul na Câmara

Os vereadores do Partido dos Trabalhadores em São Lourenço do Sul, que possui 5 vereadores dos 9 presentes na Câmara Municipal, após o primeiro ano de legislatura ceder a presîdência a um dos vereador mais experientes, Rui Geri do principal partido opositor da gestão petista no município, o PP.
Definiu em reunião de bancada, que nos próximos três anos a presidência da casa legislativa ficará a cargo do partido, que historicamente é o partido que menos possuía a presidência da casa.
Assim, haverá um rodízio entre os vereadores petistas, em presidência e liderança de governo. Fazendo uma movimentação na bancada.
A próxima presidência deve ficar a cargo do Vereador Amilton Strelow e a liderança do governo como a Vereadora Marcia Lucas, ambos petistas.

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Terminou o Teatrinho do PSDB

Emfim Aécio Neves (PSDB), Governador de Minas Gerais, caiu na real, e desistiu da sua fantasiosa candidatura a Presidência da República. Aécio vinha fazendo lobby pra imprensa junto a Ciro Gomes (PSB), que podeira tanto ir para o PMDB, quanto oficilizar uma aliança com o socialista.
O Teatrinho terminou, e o final já era mais evidente que "De Volta Pra Lagoa Azul", na edição reprisada quase que bimestralmente pela televisão. Aécio cedeu para o ninho tucano, e o que todos já esperavam se confirmou, o PSDB apresentará em março de 2010, José Serra, Governador de São Paulo, como candidato a Presidente.
Aécio deve ir ao senado pelo estado mineiro, e fez essa encenação para valorizar seu passo, tanto que alguns cogitam inclusive sua candidatura a vice na chapa com Serra, que ele volta a dissimular seu não interesse. Aécio Neves, é mesmo bom marqueteiro, já que seu governo goza de bons indíces, mas nenhuma marca de projetos implantados conhecida nacionalmente. Mais um produto, que tenta ser vendido as escuras.

IPJ Deseja Feliz Natal


Secretaria do Instituto de Pastoral de Juventude

Rua Alegrete, 400 - Bairro Niterói
Canoas - RS - Brasil
CEP: 92120-170
Fone/Fax: 51 3428 4993

Conheça esta entidade que realiza um importante trabalho na organização e formação da juventude, uma base cristã que visa em primeiro lugar o direito a cidadania.

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

O Embate da CPI da Corrupção

O relator da CPI, Deputado Estadual Coffy Rodriguês (PSDB) perdeu a chance de se mostrar capaz de enfrentar os crimes que assolaram com o poder executivo gaúcho, em seu relatório, ele se fez de coitadinho, e vista grossa, e não encontrou irregularidades no autos dos processos. Muito menos percebeu que a autarquia Detran, esta emaranhada neste gargalo de corrupção e apontou medidas para novo regramento de CPI, e acusou a Deputada Estadual e Presidente da CPI, Stela Farias de uso arbitrário de poder.
Stela coordenou os trabalhos da CPI da Corrupção com fibra e vigor, enfretando uma série de artimanhas que a situação criou para desmobilizar a CPI, e criar outros artifícios para desfocar do processo investigatório. Stela deve apresentar na segunda feira o relatório em que indicia mais de 30 pessoas do governo estadual e municipal, e aborda uma série de levantamentos para serem ainda investigados pelo Ministério Público Federal.
Stela honrou a tradição política deste estado, tão manchada por Yeda e seus cumplíces, e fez do debate um instrumento de auferição da democracia política e do trabalho árduo da mulher gaúcha.

Mercosul anuncia Venezuela


O Mercado Comum do Sul, o Mercosul, anunciou na Argentina o ingresso do país venezuelano no bloco que visa expandir e qualificar as ações comerciais entre o Brasil, Uruguai, Paraguai, Argentina e agora a Venezuela.
Os países associados, como é o caso de Bolívia, Chile e Peru, têm de manter relações comerciais livres com os demais países do bloco (Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai), mas não têm direito a voto nas questões econômicas e tampouco podem opinar em questões políticas ou institucional.
Hugo Chavéz conclui que o ingresso no Mercosul "é um novo momento de organização social, comercial e política dos países".

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

PT Camaquã faz confraternização

Logo mais, as 19h no Sindicato dos Bancários em Camaquã, ocorrera a confraternização de final de ano do Partido dos Trabalhadores, fazendo um balanço do ano que teve, e uma análise do que há por vir em 2010.
Já está confirmada a presença de Zelmute Oliveira, Secretário de Indústria, Turismo e Comércio de São Lourenço do Sul e Presidente da AD Costa Doce, sendo apresentado como pré candidato a Deputado Estadual do partido na região.
O partido deve reunir militantes e simpatizantes e espera que seja um momento de preparação para o pleito em 2010. Estarei lá, como menbro do governo petista em São Lourenço do Sul, e do direitório camaquense, reforçando as expectativas em torno do apoio ao companheiro Zelmute Oliveira.
Todos a luta!

Compromisso com o futuro

Artigo publicado no jornal O Estado de São Paulo, edição de 13/12/2009

A 15a Conferência das Nações Unidas sobre Mudança do Clima, que termina esta semana em Copenhague, é daqueles momentos em que a História nos desafia ao máximo. A crise do aquecimento global exige respostas firmes, conjuntas e consequentes, por parte de todos os países e governos. Limitar o aumento da temperatura neste século a no máximo 2 graus centígrados, reduzindo as emissões de gases que provocam efeito estufa, é um objetivo possível e necessário. Para alcançá-lo, temos de firmar um compromisso urgente dos países industrializados, sem exceções, com a redução de suas próprias emissões e com a garantia do financiamento às ações necessárias nos países em desenvolvimento.
Deter o aquecimento global é uma responsabilidade comum, mas diferenciada em relação ao papel de cada país ou grupo de países, além de estar vinculada às realidades específicas de desenvolvimento econômico e social de cada um. Não se podem cobrar sacrifícios iguais de quem participou desigualmente do processo de desenvolvimento industrial e acumulação de riqueza ao longo de séculos. Copenhague será um avanço, se os países que acumularam riqueza, historicamente, à custa da degradação ambiental, colocarem na mesa metas de redução de emissões. Números robustos, à altura do desafio comum e da dívida acumulada com o planeta.
Coerentemente, a Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima estabeleceu que os países industrializados devem adotar metas absolutas de redução para o conjunto de suas economias. E os países em desenvolvimento devem definir ações voluntárias em setores por eles determinados, em intensidade mensurável. Espera-se que até 2020 os países mais ricos reduzam suas emissões de CO2 em 40% em relação ao ano de 1990, que respeitem o Protocolo de Quioto e que mantenham um fundo público permanente para financiar ações de mitigação e adaptação nos países em desenvolvimento. Estes países precisam ser apoiados para ter oportunidade de crescer e atender suas demandas sociais, sem agravar a situação ambiental.
Graças às ações que adotamos internamente e à persistência com que conclamamos os demais países a um esforço compartilhado de controle do clima, o Brasil deixou de ser parte do problema do aquecimento global para se tornar respeitado como impulsionador de soluções negociadas. Temos a matriz energética mais limpa e renovável entre as maiores economias do mundo. Usinas hidrelétricas, biocombustíveis e outras fontes renováveis respondem por 45,9% de toda energia consumida no Brasil. A média mundial é de 87,1% de utilização de fontes fósseis, como petróleo e carvão, contra 12,9% de fontes renováveis. Nos países da OCDE, a média piora para 93,7% de fontes fósseis, que agravam o efeito estufa.
Nossa matriz energética limpa não caiu do céu. É o resultado do esforço de gerações na construção de usinas hidrelétricas e na produção de combustíveis renováveis. Fontes hídricas garantem 86% da geração de eletricidade no Brasil. Nos últimos 30 anos, a utilização de etanol combustível, anidro ou hidratado, evitou a emissão de mais de 850 milhões de toneladas de CO2 à atmosfera.
O governo do presidente Lula valorizou e ampliou esse patrimônio nacional. Com a entrada em operação de novas usinas, acrescentamos 22 mil Megawatts à oferta de energia hidrelétrica, entre 2005 e 2008. E contratamos mais 6.874 Megawatts gerados por fontes alternativas, especialmente biomassa, o que corresponde à capacidade de geração de meia Itaipu. Criamos o Programa do Biodiesel e obrigamos, por lei, a adição do óleo vegetal ao diesel consumido no país. Incentivamos a produção dos automóveis com motores flex - que já são 94% dos carros vendidos hoje no país.
O Brasil, além do mais, acaba de dar a mais vigorosa resposta ao desafio de reduzir e conter o histórico processo de desmatamento da Amazônia - maior fonte de emissão de CO2 em nosso território. A área de floresta derrubada caiu de cerca de 28 mil quilômetros quadrados em 2004, para 7 mil quilômetros quadrados em 2009. É o melhor resultado desde 1988, quando o Instituto de Pesquisas Espaciais (Inpe) começou a mensurar o desmatamento. O resultado deste ano confirma a sequência de reduções consistentes, iniciada em 2005. É o fruto da vigilância permanente, da repressão ao comércio ilegal de madeira e de políticas que valorizam a preservação da floresta.
O Brasil está no grupo de países dos quais se esperam ações voluntárias para mitigar a emissão de poluentes em seu território, mas não estão obrigados a fixar metas de redução. Nós decidimos ir além disso e apresentamos, em novembro último, a meta de reduzir as emissões em nosso país, entre 36,1% e 38,9%, até 2020. Vamos deixar de emitir cerca de 1 bilhão de toneladas de CO2 equivalente (t CO2eq), cumprindo um programa de ações voluntárias assim definido:
. Reduzir em 80% o desmatamento na Amazônia e em 40%, no cerrado (corte de 669 milhões t CO2eq).
. Adotar intensivamente na agricultura a recuperação de pastagens, integração agricultura-pecuária, plantio direto na palha e fixação biológica de nitrogênio (corte de 133 a166 milhões t CO2eq)
. Ampliar a eficiência energética, o uso de biocombustíveis, a oferta de hidrelétricas e fontes alternativas como biomassa, eólicas, pequenas centrais hidrelétricas, e o uso de carvão de florestas plantadas na siderurgia (corte de 174 a 217 milhões t CO2eq)
A iniciativa brasileira reanimou as expectativas de sucesso em torno da Conferência do Clima, que estavam ameaçadas pela reticência de atores fundamentais, notadamente Estados Unidos e China. Imediatamente, outros países responderam com metas voluntárias em graus variados. E pela primeira vez, na história das negociações sobre clima, os Estados Unidos apresentaram uma meta de redução de emissões.
É importante ter números na mesa, mas eles devem ser avaliados por seu alcance efetivo. Tomando como referência os níveis verificados em 1990 – como fazem os signatários do Protocolo de Quioto – a proposta dos Estados Unidos equivale a cortar meros 4% de suas emissões. É decepcionante, para um país que responde por 29% das emissões globais. Será igualmente decepcionante se a União Europeia fixar objetivos abaixo das expectativas alimentadas nos últimos anos. E será totalmente frustrante se Copenhague der respostas financeiramente limitadas e institucionalmente incertas, para o apoio às ações de mitigação nos países em desenvolvimento. Circunstâncias da economia mundial não justificam o abandono do planejamento multilateral adequado, de longo prazo e com respeito à soberania dos países.
O Brasil vai a Copenhague como o país que já promoveu a maior redução em suas emissões de CO2. Fomos além de nossas obrigações e apresentamos, pioneiramente, metas voluntárias e ousadas para 2020. Fizemos nossa parte; esperamos o mesmo dos demais. Não podemos nos conformar com números mesquinhos, que não levem em conta o estoque acumulado no tempo nem os índices per capita de emissão de CO2 de cada país. O futuro não nos perdoará se desperdiçarmos esta oportunidade de tornar o mundo melhor, ambientalmente mais seguro, para nós e para os que virão depois.

Dilma Rousseff
Ministra de Estado Chefe da Casa Civil da Presidência da República, Chefe da Delegação Brasileira à 15a Conferência das Nações Unidas sobre Mudança do Clima.

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Fontana Traz Benefícios a São Lourenço do Sul

O deputado federal e líder do governo Lula, Henrique Fontana participou de uma forte agenda em São Lourenço na última segunda-feira (14). Na parte da manhã esteve na reunião do CAPEC e logo depois fez a entrega, ao prefeito José Nunes, ao vice Daniel Raupp e secretários municipais, de uma retro-escavadeira adquirida com recursos de emenda parlamentar do seu gabinete. O Deputado Henrique Fontana anunciou o investimento de mais de 7 milhões de reais, através do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do Governo Federal, para o projeto de saneamento no município. Outra área que está recebendo investimento anunciado pelo deputado é a pavimentação. Segundo Fontana, R$ 500 mil já estão na conta da prefeitura para a pavimentação da avenida Nonô Centeno. “Até o final do ano São Lourenço terá mais 500 mil para o calçamento da entrada da cidade, totalizando um milhão de reais para a execução da obra”, afirma Fontana.
A agenda foi concluída com a visita do Deputado Federal na inauguração do projeto PELC Náutico na praia da Barrinha, no qual é coordenado pelo Departamento do Desporto no Município. Fontana aproveitou também para conhecer o Posto de Saúde do bairro Navegante, outra obra que contou com recursos do gabinete do Deputado.

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Deputada Estadual Stela Farias (Presidente da CPI) Faz Balanço da CPI da Corrupção


Tese da Polarização no Estado é um Truque, Avalia Koutzii.

O ex-deputado estadual Flavio Koutzii (PT) entende que o discurso de que há uma eterna polarização no Estado entre governo e oposição serve como um truque, já que não se analisa o conteúdo da disputa. Ele interpreta ainda que essa tese está sendo reforçada para preparar a candidatura do peemedebista José Fogaça (PMDB) ao Palácio Piratini. “O senador Pedro Simon (PMDB) retomou esse discurso e o da necessidade de pacificação no Rio Grande do Sul”, observa.

Koutzii aponta que a função de “pacificador” para Fogaça seria inadequada, porque o prefeito da Capital “pertence ao mesmo bloco de Yeda Crusius (PSDB)”. E também porque “as turbulências no Piratini surgiram dentro do próprio governo e não pela ‘pequena’ oposição”.

Nesta entrevista ao Jornal do Comércio, o petista apresenta uma análise que contesta, em parte, o eventual “isolamento do PT gaúcho” nas eleições, avalia o governo Lula e sustenta que a aliança DEM-PSDB é apoiada pela grande mídia do País.

Jornal do Comércio - O cenário da disputa ao Piratini em 2010 tem a governadora Yeda Crusius, o ministro da Justiça, Tarso Genro (PT), e o prefeito da Capital, José Fogaça. Qual sua avaliação?

Flavio Koutzii - Com Tarso temos um candidato qualificado, com chances importantes. A candidatura de Yeda é ligeiramente inacreditável. Não estou dizendo isso porque acho o governo dela muito ruim, mas porque é o pior dos governos desse bloco. Fogaça, evidentemente, é o candidato mais forte.

JC - Quando o senhor fala em bloco...

Koutzii - Não acho que o governo de (Alceu) Collares (PDT) seja deste bloco que agora está aí. Tinha peculiaridades. Mas o governo (Antonio) Britto (PMDB), o governo Yeda e o governo (Germano) Rigotto (PMDB) são. Não digo que são iguais, porque seriam comparações inúteis e até injustas em alguns casos, mas são do mesmo bloco.

JC - Como será o embate?

Koutzii - Há algumas ideias cultivadas. Por exemplo, o senador Pedro Simon - respeitado e tudo mais, mas que tem escancarado uma opinião “acima do Mampituba” e outra para nós, uma conivência que considero indecente - dizia na segunda-feira passada que Fogaça vem para pacificar. Pergunto: para pacificar o quê, cara pálida? Porque toda a turbulência que há no Rio Grande do Sul vem a partir do próprio governo, em que eles (PMDB) ainda estão. Pacificar o quê? A existência de uma pequena oposição, que tem dez deputados (PT), mais o PCdoB na Assembleia?

JC - O governo diz que a oposição é raivosa.

Koutzii - O que o governo diz é conversa para tentar bloquear a evidência de que é um governo comprometido com a corrupção. E, frente à evidência da corrupção, ele (governo) confirmou os partidos e as direções políticas que têm a ver com isso: pega do PP Otomar Vivan, que vai ser chefe da Casa Civil para organizar, e o PMDB faz um debate interno - que a imprensa revela - e decide ficar no governo. Então, eles têm, pelo menos, três anos nesse governo. Estão (envolvidos com a atual gestão) até o pescoço, na minha opinião. Não só por algumas individualidades, mas por esse gesto político. Para mim, uma das coisas mais importantes é a história da CPI.

JC - O que tem a CPI?

Koutzii - A CPI está paralisada porque oito deputados de 12 não aparecem mais. Mas não aparecem não porque sejam vagabundos. Não aparecem porque são militantes coniventes e cúmplices dos temas em que eles impedem que seja aprofundada a investigação. E não foi alguém da Assembleia Legislativa que desencavou um tema e chegou a uma CPI. Temas profundamente investigados durante dois anos e meio, nos rigores da lei, com as técnicas que a Polícia Federal (PF) e o Ministério Público Federal (MPF) têm dão base ao desenvolvimento da CPI. Isso é um escândalo! A escolha foi botar a CPI no freezer, esterilizá-la ao máximo. Portanto, todos esses deputados estão associados a esse processo.

JC - A alegação é que a CPI não apresenta fatos novos.

Koutzii - Isso é inaceitável. Na CPI do Detran, todos que iam testemunhar se negavam a falar, orientados pelos seus advogados. Nessa, não foi possível sequer trazer as testemunhas, à exceção do ex-diretor do Detran (Sérgio) Buchmann, que eles queriam arrebentar e o Palácio autorizou. Fora isso, nada.

JC - E esse apoio dos partidos da base?

Koutzii - Está se aproximando o período eleitoral e acabou havendo uma solidariedade geral. Todo esse bloco - o mesmo que apoiou Britto, o mesmo que apoiou Rigotto, o mesmo que conseguiu derrotar o PT na prefeitura de Porto Alegre - tira interpretações da sociedade gaúcha, onde o tema da polarização, da disputa governo-oposição, é sempre evocado. Mas nunca se fala sobre os conteúdos. Isso virou um truque. Um truque hábil para dizer: nós somos os pacificadores.

JC - Fogaça pode se cacifar como novo “pacificador”?

Koutzii - Mas ele é dessa turma (do governo)... A estratégia da pacificação foi brilhantemente encarnada pela candidatura Rigotto (em 2002), até porque ele tinha muito a ver com a proposta, era um cara de diálogo e conseguiu isso. Assim como Fogaça (em 2004) - para quem eu gostaria de dar o kikito de melhor achado de publicidade, que foi aquele “fica o que está bom e muda o que está ruim”, genial do ponto de vista de síntese, hábil, enganoso - funcionou. Mas agora o tema da pacificação está sendo forçado.


JC - Como?

Koutzii - O presidente da Federasul (José Paulo Dornelles Cairoli), na cerimônia do Prêmio Líderes e Vencedores, fez um discurso, breve, e disse, não por acaso, que a responsabilidade pela crise do Rio Grande do Sul é da situação e da oposição. Como é possível dizer isso? Não conseguem nem colocar uma CPI para funcionar com eficácia, porque não tem base institucional dentro da Assembleia. Então esse negócio de pacificação não cabe, não tem nada que ver com a realidade hoje.

JC - Em 2006, o senhor disse que o presidente Lula era a Geni da mídia. Também diria que a governadora sofreu uma surra midiática?

Koutzii - Não, ela sofreu denúncias de pessoas que estão no governo dela. E a imprensa noticiou os fatos relevantes, colocou os temas que a PF e o MPF evidenciaram por investigações. As coisas foram postas pela imprensa, mas a partir de um certo momento estabilizam-se.

JC - De que forma?

Koutzii - Como se dissesse: “se nós continuarmos indo adiante e os articulistas de opinião seguirem pressionando, ela (Yeda) vai cair”. Com uma aliança, ela se manteve e conseguiu manter partidos importantes, criando uma espécie de solidariedade de ferro, à prova de qualquer tema e qualquer indício. A devida responsabilização da governadora não foi adiante porque isso iria afundar o bloco de alianças que a sustenta. O “tombo” foi até um determinado ponto. Grandes famílias políticas de líderes que há 20 anos apitam muito no Estado, todos eles estão enterrados nessa história. E representam frações muito importantes de seus partidos. A CPI foi paralisada e, apesar do esforço heroico que está sendo feito, ficou contida. E a imprensa não vai acima disso. Como fui chefe da Casa Civil do governo Olívio e vi o que aconteceu com a CPI, dita, da Segurança, comparando, é um escândalo.

JC - Qual sua análise da perda de espaço do PT eleitoralmente no Estado? Fala-se do isolamento do partido.

Koutzii - Isso virou um dos mantras, tanto do jornalismo quanto de uma parte do próprio PT, como um jeito de condicionar o pensamento óbvio. Há uma crise da ética e de pensamento político. Está tudo amassado por essa lógica, é tudo maniqueísta, totalmente bom ou ruim...

JC - O partido já aprovou aqui no Estado alianças com PSB, PCdoB e PDT para as eleições 2010. Tarso fala até em abrir o leque ao PTB.

Koutzii - Pelo que ele diz e pelo modelo nacional, é óbvio que está aberto. Tenho minhas opiniões sobre isso. Mas essas simplificações (sobre o isolamento do PT) são meio que armadilhas. Então, tudo que fizemos nos levou ao isolamento. Só que antes nos levou a 300 vitórias e a um peso inquestionável nesse Estado. Mas esta pauta de ampliação de alianças é legítima, há no governo federal, acho até que é um governo dominantemente PT-PMDB, só que Lula tem papel protagônico e central.

JC - Por que o senhor desistiu de concorrer às eleições em 2006?

Koutzii - Queria registrar minha inconformidade com as circunstâncias de 2005 e 2006, que envolveram o mensalão e aquela crise. Estava marcando uma posição sobre o próprio partido, sem sair dele. Tinha como quase certa minha eleição, essa questão não era nada fácil. Escolhi esse caminho porque não queria fazer críticas que me pareciam pertinentes e, ao mesmo tempo, dizer para as pessoas que poderiam votar em mim, “que sou bacana e legal”.

JC - Como o senhor avalia o quadro político nacional?

Koutzii - Primeiro, está claro que, do ponto de vista do que eram os nossos ideais no PT há dez anos, algumas bandeiras ficaram pelo caminho. Do ponto de vista da realidade política e social, considero o segundo governo Lula melhor que o primeiro, e a segunda parte do segundo governo melhor do que a primeira parte do segundo.

JC - Por quê?

Koutzii - Pelas realizações. Nos primeiros três anos, a ênfase da área econômica era tentar controlar a transição, evitar algumas bombas que estavam impostas pelo modelo seguido até então. E a inflexão da equipe do (ex-ministro da Economia Antonio) Palocci e aquela crise acabaram trazendo uma renovação obrigatória na equipe econômica e na Casa Civil. Foi quando a pauta passou da estabilização para uma perspectiva de desenvolvimento. Então, vamos ter Dilma (Rousseff) com suas qualidades enormes, tanto técnicas quanto políticas - li a entrevista de (Carlos) Araújo (segunda-feira passada, no Jornal do Comércio), está bem aquilo ali: ela fez política desde os 18 anos, tem experiência, e conhece tecnicamente os temas importantes, como energia e desenvolvimento. Não dá para comparar seu perfil com o de Lula, que, na presidência, já entrou para a história do País e tem, inclusive, protagonismo internacional.

JC - A política internacional do País recebe críticas por ações como Honduras...

Koutzii - A direita brasileira acha a política internacional de Lula desastrosa. Eu acho extraordinária. Lula se transformou em um interlocutor mundial. E nunca se reconheceu que era interessante para o Brasil ter mais peso no tabuleiro. Como dizer que foi um erro a história de Honduras? Foi um grande acerto. O crime foi o golpe militar. Mas a metade da universidade - os preferidos que, aliás, são sempre os mesmos, chamados especialistas - considera que foi um erro extraordinário.

JC - E a mídia?

Koutzii - Frente à crise de 2005 e 2006 (mensalão) e outros episódios com outros protagonistas - que não pararam de acontecer, ao serem descobertos pela PF -, aconteceu um processo interessante: a colocação no tabuleiro político da ética. Está posto por quem? Pela aliança conservadora e poderosíssima PSDB-DEM, que tem o seu centro político mais dinâmico, criador de pauta, nos grandes impérios midiáticos: Folha, Estadão, O Globo, TV Globo e Veja. A grande imprensa nacional compensa e, na verdade, já passou na frente da fragilidade relativa do PSDB e do DEM. O problema é que o que eles queriam venceu e foi hegemônico na década de 1990, com Fernando Collor e, depois, com Fernando Henrique Cardoso (PSDB). Existe uma oposição no Brasil, mas ela não tem bandeira.

JC - O senhor quer dizer que o problema da ética é pautado por DEM e PSDB?

Koutzii - Pela imprensa em primeiro lugar. Esses grupos que nominei têm a linha de frente das iniciativas e das pautas. Esses dois partidos e seus aliados atiram para cada lado. E repercutem, dão vida à sua presença de oposicionistas com essa bandeira. Eles, que foram vitoriosos eleitoralmente, hegemônicos nas ideias e propostas na década de 1990, não têm mais isso. Então, como não têm essa proposta, precisam de outra que a substitua.

JC - E esse caso do DEM no Distrito Federal não pode quebrar um pouco esse paradigma da ética, tendo em vista que ele vira vidraça?

Koutzii - Torna-se vidraça. Mas estou falando dos últimos cinco anos, isso foi ocupando o tabuleiro do cenário político com grande eficácia. Ou seja, fragilizar esse governo (Lula) sem apresentar propostas melhores do que as do governo.

JC - Como o senhor projeta a disputa pelo Planalto?

Koutzii - A transferência de votos de Lula é um desafio difícil. Mas sei que a candidatura desse governo tem enormes possibilidades. O grande desafio é estabelecer as ligações entre as realizações importantes e o candidato. Acredito que Dilma ganha (a eleição), seja quem for o adversário (José Serra ou Aécio Neves, do PSDB). Mas não é uma vitória fácil.

JC - A estratégia do PT é fazer uma comparação entre os dois ciclos de oito anos de governo Lula e FHC?

Koutzii - Não conheço a estratégia eleitoral do PT, mas esse é um elemento impossível de não ser apresentado, até porque os números são espantosamente favoráveis a Lula. Se as pessoas perceberem mais, e o ano eleitoral ajuda, qual é o cenário que está em jogo, que é a unilateralização do tema ética e, com isso, o biombo que oculta as não propostas... Sempre que dou exemplo, digo que enfrentei o governo Britto. Era um governo que tinha proposta com início, meio e fim. Uma coisa é não estar de acordo, outra coisa é não ter proposta.

JC - Não há?

Koutzii - O principal que eles tinham a propor propuseram, a sociedade seguiu, os elegeu, eles fizeram mudanças - a diminuição do aparelho do Estado, privatizações, aplicaram a receita, o Consenso de Washington. Então, teriam que dizer o que fizeram lá - e pode ver que o recente artigo do FHC sobre isso gerou mal-estar entre os tucanos.

Perfil

Flavio Koutzii, 66 anos, é natural de Porto Alegre. Cursou Filosofia na Ufrgs, onde presidiu o Centro Acadêmico e iniciou sua atividade política. Também estudou Economia, mas não concluiu a graduação - em 1970 teve de sair de Porto Alegre por causa da ditadura militar. Fora do Brasil, fixou-se na Argentina em 1972, onde participou de uma organização política até ser detido. Ficou encarcerado de 1975 até 1979. Libertado, seguiu para a França como refugiado político e viveu em Paris por cinco anos, período em que concluiu o curso de Sociologia na Escola de Altos Estudos em Ciências Sociais. O resultado do trabalho acadêmico foi o livro Pedaços de morte no coração. De volta ao Brasil, em 1984, filiou-se ao PT. Em 1986, concorreu nas eleições como candidato a senador. Mas sua primeira vitória nas urnas se deu em 1988 - foi o terceiro vereador mais votado de Porto Alegre. Em 1990, obteve vaga na Assembleia Legislativa, sendo reeleito deputado estadual em 1994, 1998 e 2002. De 1999 a 2002, foi chefe da Casa Civil do governo Olívio Dutra (PT). Em 2006, depois do episódio do mensalão, decidiu que não concorreria à reeleição. Em 2008, foi convidado para ser assessor do presidente do Tribunal de Justiça, cargo que deixou em novembro deste ano

Por Guilherme Kolling e João Egydio Gamboa do Jornal do Comércio
Foto: Mauro Schaefer/JC

Reproduzido na íntegra a bela reportagem do Jornal do Comércio, parabéns a todos que colaboraram.

Aldeia Festival Agitou São Lourenço do Sul

Embora o mau tempo da sexta e sábado, durante o Aldeia Festival, não impediu a gurizada de se divertir e fazer a festa no palco principal do Camping Municipal em São Lourenço do Sul. Um bom público participou das duas noites de shows e ainda no domingo voltaram para conferir o Teatro do Bebé.
Na Sexta-feira, dia 11, o show que surpreendeu pela musicalidade e repertório foi a Nego Joe, que embalou a festa e preparou o palco para o show nacional da Maskavo.
Já no Sábado, dia 12, a Perfect Scar, com seu visual Hard Rock, incorporou sons e com um alta performance empolgou o público, depois o Dama da Noite e a Bidê ou Balde, sacudiram a galera e não deixaram ninguém parado no festival. A cobertura e transmissão ao vivo da Rádio Mega FM e sua equipe fizeram aos que não puderam curtir o gostinho do que foi o Aldeia Festival.
Foram mais de 15 bandas passadas nos palcos do Aldeia Festival, um evento 100% lourenciano!
Aos amigos Alexandre (Bicudo), Fabrício (Binho) e Gregory, donos da GAF Produtora, um forte abraço e parabéns pela iniciativa. Que venha outros Festivais.

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Dilma se Prepara Para Campanha

Aos poucos, a agenda da Ministra Chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, começa a ter ares de campanha presidencial. Em programa de TV, o PT, intensifica a mostra de ações vinculadas a Dilma, e demonstra que quer comparar a sua gestão com a tucana.
Dilma, trabalha arduamente para ser a primeira mulher a governar este país, e deve tirar uma férias para recarregar as energias antes do embate político da campanha.
Dilma, começa a apresentar indíces de aumento em popularidade nas pesquisas e deve ser assim até o fim da campanha, principalmente no momento em que o Presidente Lula entrar em campo.
A disputa não será difícil, mas Dilma possuí competência e qualidade com um discurso afinado da importância do governo do PT que está transformando o Brasil.

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Novo Salário Mínimo em 2010

O reajuste do novo salário mínimo foi aprovado na Lei das Diretrizes Orçamentárias de 2010. O novo salário mínimo nacional passará a valer R$ 507,00 a partir do dia 1º de fevereiro de 2010.
Atualmente o salário mínimo vale R$ 465, 00 portanto o valor reajustado foi de 8,9% ou R$ 41,50.

Com o reajuste do mínimo, haverá um aumento no valor das contribuições previdenciárias e dos benefícios pagos aos trabalhadores, como o seguro-desemprego.
O aumento levou em conta a inflação de acordo com o Índice de Preços ao Consumidor (INPC) e o crescimento do PIB de 2008.
Apesar deste aumento, o valor do mínimo está longe do ideal. De acordo com estudos do Dieese, para atender as necessidades básicas da população brasileira, o valor do salário mínimo deveria ser de R$ 2.046,99.

Fonte: Site Salário Mínimo. Net

APHAC Surge Para Fomentar o Debate e a Preservação Histórica


A Associação de Pesquisa Histórica e Amigos da Cultura, recentemente fundada na 30° edição da Feira do Livro em São Lourenço do Sul, onde concedeu o título de Presidente Honorífico ao historiador e jornalista Juremir Machado da Silva, no último dia 01/12 fez o seu lançamento ao um conjunto de historiadores para expor suas propostas de trabalho e ações junto a comunidade lourenciana e da região, o evento contou com a presença da direção e de menbros do Núcleo de Pesquisa Históricas de Camaquã – NPHC, que recentmente foi visitado por dirigentes da APHAC.


A APHAC que sistematizou seus trabalhos em três eixos, como Histórico, apresentado por Eduardo Iepsen, Patrimônio Cultural, apresentado por Jairo Scholl Costa e Articulação Social apresentado por Loni Hax, onde expuseram objetivos específicos e formas de trabalho para a associação. Desta forma o Presidente Breno Dietrich salientou que “a APHAC quer unir idéias, conhecimentos, criatividade e forças, e aprender com as experiências que outras entidades com o NPHC faz em Camaquã”. Já falou pelo NPHC o senhor João Máximo, que leu o estatuto da entidade, e em seguida o senhor Luiz Fernando Azambuja que sistematizou “nós já estamos irmanados a APHAC”. Por fim um belo jantar, foi organizado proferindo este rico momento de adesões e de confraternização.

Bidê ou Balde Esquenta o Aldeia Festival

No Sábado, dia 12, a banda gaúcha Bidê ou Balde ira agitar o Aldeia Festival em São Lourenço do Sul, trazendo grande hits, como Melissa, E Por Que Não?, Microondas e outros, consagrando o palco do Galpão do Camping Municipal com Rock Gaúcho de Qualidade.
A banda é formada por Carlinhos Carneiro (Vocal), Rodrigo Pilla (Guitarra), Vivi Peçaibes (Vocal/Teclado), e Lenadro Sá (Guitarra), a banda promete esquentar o Aldeis Festival.