sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Feliz 2011

Obrigado por sua companhia em 2010 e que os bons ventos nos conduzam em 2011.

Joel Santana

Feliz Livro Novo

Encerra-se mais um ano em sua vida...

Quando este ano começou, ele era todo seu.
Foi colocado em suas mãos...
Podia fazer dele o que quisesse...
Era como um Livro em Branco, e nele você podia ter
um poema, um pesadelo uma blasfêmia, uma oração.
Podia...
Hoje não pode mais, já não é seu.
É um livro já escrito...
Concluído...
Como um livro que tivesse sido escrito por você, ele um dia lhe
será lido, com todos os detalhes, e não poderá corrigi-lo.
Estará fora de seu alcance.
Portanto...
Antes que termine este ano, reflita, tome seu velho livro
e folheie com cuidado...
Deixe passar cada uma das páginas pelas mãos e pela
consciência;
Faça o exercício de ler a você mesmo.
Leia tudo...
Aprecie aquelas páginas de sua vida em que usou
seu melhor estilo.
Leia também as páginas que gostaria de nunca ter
escrito.
Não...
Não tentes arrancá-las.
Seria inútil...
Já estão escritas.
Mas você pode lê-las enquanto escreve o novo livro que
será entregue.
Assim, poderá repetir as boas coisas que escreveu, e
evitar repetir as ruins.
Para escrever o seu novo livro, você contará novamente
com o instrumento do livre arbítrio, e terá, para
preencher, toda a imensa superfície do seu mundo.
Se tiver vontade de beijar seu velho livro, beije.
Se tiver vontade de chorar, chore sobre ele e, a seguir,
coloque-o nas mãos do Criador.
Não importa como esteja...
Ainda que tenha páginas negras, entregue e diga
apenas duas palavras: Obrigado e Perdão!!!
E, quando o novo ano chegar, lhe será entregue outro
livro, novo, limpo, branco, todo seu, no qual irá escrever
o que desejar...
FELIZ LIVRO NOVO !

*Recebi este email de Delmires Frigotto, uma das pessoas mais incriveis que conheci este ano, e ao qual eu só tenho palavras a agradecer.

A Era Lula


O que falar do governo do primeiro presidente operário do Brasil que rompeu o preconceito e fez com que a esperança vencesse o medo, falo de Luiz Inácio Lula da Silva, ou simplesmente Lula, um governo democrático que estabeleceu diálogo com as comunidades, sindicatos e organizou conferências transformando a participação em conselhos, instrumentos de uma gestão compartilhada e valorizando a sociedade civil. Também foi um governo de autônomia e não admitiu a interferência de outros países em sua gestão, pagou dividas históricas, intermediou a paz, ganhou respeito e fez ecoar sua voz em prol do combate a fome.
Um governo de investimentos, na infraestrutura, na organização de portos e aeroportos, na fruição para a aquisição de bens, na geração de trabalho e renda, na valorização do salário minímo, empregos de carteira assinada, na elaboração de concursos públicos, no fortalecimento da Petrobrás e do pré-sal. Um governo de cidadania, de polítcias de fomento ao turismo local, a emancipação de indivíduos e construção de cidadania através dos nossos retratos culturais e pontos de cultura, da valorização dos museus, da criação de inúmeras políticas voltadas ao nosso multiculturalismo, do fortalecimento SUS e de setores da saúde, da luta contra o desmatamento, de políticas de desenvolvimento agrário, de implantação de universidades e redes técnicas de ensino, do realização do sonho do ingresso ao ensino superior, do piso nacional do magistério, da ciência e da técnologia. Um governo de histórias e de memórias.
Lula é a simbologia do povo pobre e trabalhador que ascendeu a presidência de um país continental, de uma luta contra a ditadura e as opressões, de um retirante que veio do nordeste e que na organização sindical forjou um movimento de reconhecimento e de políticas que trouxeram a dignidade de um povo. Um governo de aprovação recorde que atingiu aos 87%, indice histórico.
Este é um governo de todos! E Lula cumpriu sua missão.
"Se ao final de meu mandato, cada brasileiro puder comer três vezes ao dia, terei cumprido a missão de minha vida" Luiz Inácio LULA da Silva

CBF Homologa Titulos Nacionais de Anos Passados

A Confederação Brasileira de Futebol CBF informou em seu site que em cerimônia marcada para esta quarta-feira (22), no Rio, seu presidente, Ricardo Teixeira, anuncia oficialmente a unificação dos títulos brasileiros.
A CBF adotou a medida depois de aceitar o dossiê dos clubes que pediam a unificação dos títulos nacionais no período de 1959 a 1970. A questão é antiga e diz respeito às competições nacionais que eram disputadas antes da instituição do Campeonato Brasileiro, em 1971.
Palmeiras e Santos, que obtiveram quatro e seis conquistas, respectivamente, são a partir de agora os maiores campeões brasileiros da história, com oito conquistas, superando Flamengo e São Paulo, que ficam com seis. Com a unificação dos títulos, o Fluminense passa a ser considerado tricampeão e o Botafogo bi. O Flu conquistou a Taça de Prata de 70 enquanto o Botafogo foi campeão da Taça Brasil de 1968. O Flamengo, entretanto, não terá homologado o título brasileiro de 1987.

Os clubes beneficiados pelos título obtidos são os seguintes:
Campeões da Taça Brasil :
1959 – Bahia
1960 – Palmeiras
1961 – Santos
1962 – Santos
1963 – Santos
1964 – Santos
1965 – Santos
1966 – Cruzeiro
1967 – Palmeiras
1968 – Botafogo

ROBERTÃO" e TAÇA DE PRATA
1967 – Palmeiras
1968 – Santos
1969 – Palmeiras
1970 – Fluminense

Fonte: Agência Rio de Notícias

Memorial da Câmara de Vereadores Realiza Prestação de Contas de 2010

Após a Sessão Extraordinária, foi apresentado no Plenário da Câmara de Vereadores de Camaquã o Relatório das Atividades do Memorial da Casa, o mesmo apresentado ao Tribunal De Contas em sua visita habitual de fiscalização.
O Memorial vem sendo estruturado desde 2006 e atuava, juntamente com o Arquivo e o Telecentro, como braço da Biblioteca. Por orientação do Tribunal, o Memorial assume o protagonismo e o Arquivo, a Biblioteca e o Telecentro passam a funcionar como partes do Memorial, promovendo educação politica, educação patrimonial e preservação da memória local, em total sintonia com a vocação do Legislativo; nas palavras do próprio Tribunal.
O Memorial trabalha com os documentos da Câmara e do Município, recepciona visitantes, proporciona palestras e oficinas entre outros.
Este ano foi pleno de atividades importantes para o Memorial, como as participações nas Feiras do Livro de Camaquã, de São lourenço; as exposições de banners sobre história na Câmara de Porto Alegre ; no Memorial do Rio Grande do Sul, integrando a programação de 10 anos do Memorial do RS...
Também as atividades como as exposições no Centro Administrativo, nas escolas, como o Pastor Dohms; a exibição de curtas simultânea a instituições do mundo inteiro participando das comemorações do Dia Internacional da Animação...
Da mesma forma a participação no projeto da Secretaria da Educação "Abraçando a Biblioteca Escolar", através de oficinas de conservação e restauro, o intercâmbio e a colaboração com a Secretaria da Cultura, com a Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal, a Ação Social; as trocas de informações com o Núcleo da Saúde Mental do Município; com o Grupo de Surdos de Camaquã, com a Escola Francisco Luiz, com o Advogado Joni Mar Moreira Chaves e a comunidade de portadores de necessidades especiais; os eventos desenvolvidos junto ao Núcleo de Pesquisas Históricas, do SESC, da Capocam; do Consórcio Intermunicipal Centro-Sul, da Coordenadoria de Cultura de São Lourenço do Sul, com a Rádio Camaquense e a imprensa em geral...
Foram especialmente produtivos os intercâmbios com o Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas, com o Memorial da Câmara de Vereadores de Porto Alegre, com o SEPRO RS; com o Conselho Regional de Biblioteconomia, Décima Região, CRB10; o Fórum Gaúcho pela Melhoria das Bibliotecas; o Laboratório de Conservação e Restauro (LACRE) da Biblioteca da FABICO-UFRGS; com o grupo de trabalho no acervo do Vereador Alberto André (ARI – Memorial da Câmara de Porto Alegre – UFRGS); com a historiadora e restauradora Maria Lúcia Ricardo Souto; com o Sistema Estadual de Museus e a Rede de Educadores em Museus RS; ao Sistema Estadual de Arquivos e o Arquivo Público do Estado; a Faders, entre outros.
Agradecemos a todos pelas oportunidades recebidas junto a instituições, pesquisadores, alunos, professores, pais, imprensa; a toda a comunidade por prestigiar nosso trabalho e o desejamos de que novas oportunidades de relacionamento venham com o ano que se inicia.

Fonte: Memorial da Câmara de Vereadores de Camaquã

Graças a Deus, Terminou o Governo Yeda!

Não direi que este é o pior governo do estado do RS, porque o privatista Antônio Britto (na época no PMDB, agora PPS) é imbativel, mas que o governo Yeda é sem sombra de dúvidas um dos piores, isto é inegável, fato que a eleição comprovou colocando-a em terceiro luigar nasa intenções de votos, e acarretando um fato histórico de que a eleição pela primeira vez foi decidida no primeiro turno pró Tarso Genro.
Conflitos com sindicatos, truculência entre policiamento e cidadãos, sucateamento de escolas estaduais, corrupção entre membros do governo, não valorização dos funcionários públicos, aumento de impostos, espionagem a lideres políticos, só para citar alguns.
Yeda não conseguiu estabelecer um diálogo com a comunidade e as inúmeras denúncias de irregularidades e comprovação das mesmas afetaram seu governo, que trocou muitas vezes os nomes que compuseram seu secretariado.
Yeda foi arrogante, se colcou numa postura absolutista e com um governo desfragmentado e sem centralidade política, lançou progranas que nem saiu do papel, acho que por todo estado de inércia dos últimos quatro anos que o estado do RS passou, só temos a agradecer o fim deste governo.
ADEUS YEDA!

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Dupla Interessante Comandará o MinC

O anúncio da Presidenta Eleita Dilma Rousseff para o Ministério da Cultura, traz uma dupla bastante interessante na formatação deste ministério, Ana Buarque de Holanda como Ministra da Cultura e Vitor Ortiz como Secretário Executivo do MinC, trazem a experiência de uma dupla que atuou conjuntamente na Funarte.
Ana Buarque de Holanda, já vive desde criança um ambiente cultural que sintetiza importantes práticas culturais, Ana é filha de Sérgio Buarque de Holanda, grande historiador de nosso país e irmã de Chico Buarque de Holanda, um musico que dispensa comentários.
Já Vitor Ortiz é um grande gestor da cultura, foi Secretário de Cultura de Porto Alegre e São Leopoldo/RS e trabalhou na Funarte entre outros. Um gestor de capacidade e de boa interlocução dos setores culturais.
Embora um pouco surpreso com os nomes apresentados, tenho muita expectativa de que essa dupla possa desenvolver um processo cada vez mais fortalecido de emancipação cultural e construção de cidadania para o povo brasileiro, compreendendo que a cultura precisa tornar-se elemento imprescindível na vida de cada brasileiro e brasileira.

Verão 2011 em São Lourenço do Sul - Programação

JANEIRO

31/12 e 01/01 (sexta-feira/sábado) – Show Pirotécnico, Banda Rota Luminosa (Noite de Reveillon – de 31/12 para 01/01)
Local: Largo Laura Abreu – (Largo da Cruz)

01/01(sábado) – Show Banda Donos da Noite
Local: Largo Laura Abreu – (Largo da Cruz), às 22 horas

02/01 (Domingo)- Show Marcus Maestro
Local: Largo Laura Abreu – (Largo da Cruz), às 21h

07/01 (sexta-feira) – Show Banda Trilha Sonora
Local: Largo Laura Abreu – (Largo da Cruz), às 22 horas

08/01(sábado) – Show Banda Centenário
Local: Largo Laura Abreu –(Largo da Cruz), às 22 horas

09/01 (Domingo)– Etapa Local Garota Verão – Show Banda Zelda
Local: Largo Laura Abreu – (Largo da Cruz), às 17 horas

09/01 (Domingo)- Veraneio Rural
Local: Santa Inês

14/01 (Sexta-feira)- Show Banda Tok De Letra
Local: Largo Laura Abreu – (Largo da Cruz), às 22 horas

15/01 (Sábado) – Show Renato Borghetti e Banda Estação 5
Local: Largo Laura Abreu – (Largo da Cruz) 21h
Realização: SESC e Prefeitura Municipal

16/01 (Domingo) - Projeto Verão Ecosul 2011
14h Serviço de Saúde/ Distribuição de Brindes
19h Show com o Grupo Querência
Local- Largo Laura Abreu (Largo da Cruz)

16/01 (Domingo)- Veraneio Rural
Local: Salso

21/01 (Sexta-feira) – 12º Cavalgada Cultural da Costa Doce
Local: Fazenda do Sobrado

21/01 (Sexta-feira) – Show Banda Porto Seguro
Local: Largo Laura Abreu – (Largo da Cruz), às 22 horas

22/01 (Sábado)- Show Banda De Bota e Bombacha
Local: Largo Laura Abreu – (Largo da Cruz), às 22h

28/01 (Sexta-feira) – Show Banda Rout
Local: Largo Laura Abreu– (Largo da Cruz), às 22 horas

28/01 (sexta-feira) - Liquida Tchê - ACI
Local: Comércio Local

29/01 (sábado) – Show Banda Flor de Lótus
Local: Largo Laura Abreu – (Largo da Cruz), às 22 horas

29/01 (sábado)- Festa Tropical com Jantar
Local: Grêmio Esportivo Lourenciano ás 21h

30/01 (Domingo)- Veraneio Rural
Local: Salso

FEVEREIRO
01/02 (terça-feira) – 4ª Procissão Terrestre e 32ª Procissão Fluvial e Lacustre da Festa de Iemanjá
Local: Praia da Barrinha – Margens do Rio São Lourenço

02/02 (quarta-feira)– 111º Festa de Nossa Senhora dos Navegantes
Local: Comunidade Nossa Senhora dos Navegantes

02/02 (quarta-feira) – Show com a Banda Astral
Local : Terrasse Schultz

02/02 (quarta-feira)– Show Banda Força Ativa
111º Festa de Nossa Senhora dos Navegantes
Local: Comunidade Nossa Senhora dos Navegantes

04/02 (sexta-feira) – Show Banda Kendiria
Local: Largo Laura Abreu – (Largo da Cruz), às 22 horas

05/02 (sábado) – Show Banda Portal do Som
Local: Largo Laura Abreu – (Largo da Cruz), às 22 horas

05/02 (sábado)- Noite do Petisco
Local: Iate Clube

06/02 (Domingo)– Escolha da Corte do Carnaval – Jairinho Banda Show
Local: Largo Laura Abreu – (Largo da Cruz), às 20 horas

11/02 (Sexta-feira)– Show Banda DNA
Local: Largo Laura Abreu (Largo da Cruz), às 22 horas

12/02 (sábado)– Show Banda Sertanejo Pop Mix
Local: Largo Laura Abreu - (Largo da Cruz), às 22 horas

12/02 (sábado)- Grito de Carnaval Verde e Branco
Local: Clube Comercial a partir das 24h

18/02 (Sexta-feira)– Show Banda Amigos
Local: Largo Laura Abreu - (Largo da Cruz), às 22 horas

19/02 (Sábado) – Show Banda Groove Trio
Local: Largo Laura Abreu - (Largo da Cruz), às 22 horas

19/02 (Sábado)- 16° Grito de Carnaval Vermelho e Branco
Local: Esporte Clube São Lourenço

25/02 (sexta-feira) - Show Banda Road Rock Revival
Local: Largo Laura Abreu – (Largo da Cruz), às 22 horas
26/02 (Sábado) – Show Alaor Madruga e Convidados
Local: (Largo Laura Abreu – Largo da Cruz), às 22 horas

26/02 (sábado)- Grito de Carnaval do Grêmio Esportivo Lourenciano
Local: Grêmio Esportivo Lourenciano

MARÇO
04/03 (sexta-feira)- Baile de Carnaval do Iate Clube
Local- Iate Clube

04/03 (sexta-feira)- Baile de Carnaval Adulto do Grêmio Esportivo Lourenciano
Local- Grêmio Esportivo Lourenciano

05/03 (Sábado)- Baile de Carnaval Infantil do Grêmio Esportivo Lourenciano
Local- Grêmio Esportivo Lourenciano

05 á 08/03 - Carnaval de Rua
Local- Passarela do Samba (Ruas Centrais e Orla da Praia)

05 á 08/03- 44° Encontro da Vela
Local- Iate Clube

06/03 (Domingo)- 1° Baile de Carnaval Adulto
Local: Clube Comercial

08/03 (Sábado)- Baile de Carnaval Infantil do Grêmio Esportivo Lourenciano
Local- Grêmio Esportivo Lourenciano

06/03 (Domingo)- Baile de Carnaval Infantil
Local: Clube Comercial

07/03 (Segunda-feira)- 2° Baile de Carnaval Adulto
Local: Clube Comercial

07/03 (Segunda-feira) - Baile de Carnaval Popular
Local: Galpão Crioulo do Camping Municipal

25,26 e 27/03- 14° Moto Lagoa
Local: Largo Laura Abreu e Avenida Getúlio Vargas

27/03 (Sábado)- Chá com Desfile de Fantasias
Local: Grêmio Esportivo Lourenciano

31/03 - 19° Pérola Em Canto
Local: Galpão Crioulo do Camping Municipal
ABRIL
01, 02 e 03/04 - 27° Reponte da Canção
Local: Camping Municipal

01/04 a 03/04- 5° Encontro Estadual de Invernadas São Lourenço em Dança
Local: Galpão Crioulo do Camping Municipal

01/04 a 03/04- 6º Feira Municipal de Economia Solidária
Local: Camping Municipal

08, 09 e 10/04 - 11º Acampamento da Cultura Afro
Local: Galpão Crioulo do Camping Municipal

26/04 – 127º Aniversário de Emancipação Política do Município

ATIVIDADES PARALELAS (SEPLAMA)
22/12 á 15/03 – Atividades de Educação Ambiental
Manhã: das 9h às 12h, Tarde: das 16h às 19h.
Local: Quiosque de Educação Ambiental- Prefeitura Municipal- SEPLAMA em convênio com Banrisul

ATIVIDADES PARALELAS (DESPORTO)
08/01(sábado)- 1ª Meia Maratona Pérola da Lagoa- Rústica
Local: a definir

09/01 (Domingo)- 28ª Edição do Praiano Futebol de Areia
Inicio das Categorias Livres Masculino, Feminino e Veterano
Local: Quadra de Futsete da Praia das Nereidas

12/01 (Quarta-Feira) - Inicio das aulas de Natação
Horário: 09h e 30min às 10h e 30min
10h e 30min às 11h e 30min
Local – Praia das Nereidas em Frente ao Hotel das Figueiras

12/01(Quarta-Feira)- Início do Campeonato praiano de bocha 2011- Segundas, Quartas e Sextas
Horários: 19h
Categorias duplas: Masculino e Feminino
Local: Largo da Cruz

13/01 (quinta-feira) – Inicio da Hidroginástica – Todas as Quintas-Feiras e Sábados
Horário-16h e 30min às 17h e 30min
Local: Praia das Mães

15/01 (Sábado)- Caminhadas Ecológicas
Horário: ás 9h
Local: Praça do Jacaré até a Pedra Mole

16/01 (Domingo) – Campeonato Praiano de Bocha 2011
Categoria Simples: Masculino e Feminino

22/01 (sábado)- Edição do Praiano Futebol de Areia
Inicio das Categorias Mirim e Infantil
Local: Quadra de Futsete da Praia das Nereidas

01/02 (terça-feira)- Inicio do Campeonato Praiano de Vôlei 2011
Dupla Masculino e Dupla feminino
Local: Casa do SESC

16/02 (Quarta-Feira)- Início do Campeonato Praiano de Bocha 2011 (todas as Segundas, Quartas e Sextas)
Local: Largo da Cruz

19/02 (Sábado)- Caminhadas Ecológicas
Horário ás 9h
Local: Camping até a Divisa

26 a 27 de fevereiro- 23° Concurso de Pesca
Local: a definir

Campeonato Praiano de Vôlei - Categorias duplas masculinas e quartetos femininos
Local: Casa do SESC (data a definir)

ATIVIDADES PARALELAS (SEBRAE)
26 a 30/01 – Atividades do SEBRAE
(Prestação de serviços e palestras ao público em geral)
Local: Orla da Praia

ATIVIDADES PARALELAS (ESTAÇÃO DE VERÃO SESC)
02/01(Domingo) - Lançamento Estação Verão SESC
Local: Quiosque do SESC

Atividades na Estação de Verão SESC, a partir de 02/01:

De segunda a sexta: Caminhada
Horário: 09 horas

Segundas, quartas e sextas: Ginástica
Horário: 18h e 45min

Terças e quintas: Pilates de solo
Horário: 18h e 45min
Obs.: Trazer toalha

Fonte: Departamento de Eventos da Coordenadoria de Cultura

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Chapolin Colorado no Cinema

Não contavam com sua astúcia. O popular personagem de malha vermelha com coração amarelo no peito e anteninhas de vinil vai voltar à ativa, desta vez no cinema. "O Chapolin Colorado" vai virar filme.
O roteirista Roberto Gómez Fernández revelou, em entrevista à rede de TV Televisa, que o roteiro do longa ficará pronto ainda no primeiro trimestre de 2011 e que a produção está sendo supervisionada pelo criador do personagem, o humorista mexicano Roberto Gómez Bolaños, de 81 anos - que deu vida ao herói e ao também popularíssimo Chaves.
O ator que viverá Chapolin Colorado nos cinemas ainda não foi escolhido.

Fonte: Site do Yahoo

A Luta Pela Vida

Após 17 cirurgias e alguns procedimentos hospitalares, o Vice-Presidente da República José Alencar dá uma demonstração de luta pela vida, uma enorme vontade de viver e trabalhar em prol de seu povo. A luta contra o câncer vem debilitando Alencar, que resiste bravamente e serve de exemplo a sociedade brasileira, de uma persistência e resistência incrivel, e digo isso não somente por causa da doença, mas porque ele após cada momento delicado de saúde volta ao trabalho dedicando o seu esforço na consolidação do Governo do Presidente Lula.
Um governo que também têm a cara de "Zé Alencar" como o próprio Lula já disse, um governo que ousou unir um operário e um empresário para o bem do povo trabalhador deste país, e culminou no maior governo de toda a sua história, distribuindo renda e gerando oportunidades ao brasileiros e brasileiras dos quatro cantos desse país continental.
Por isso, estamos torcendo para que o "Zé Alencar" complete este mandato, e estamos torcendo para que ele continue lutando pelo maior bem que conquistou a vida, mas saíba também que já entrou para a história ao fazer a diferença em favor do povo deste Brasil.
Valeu José Alencar, pelo companheirismo e dedicação neste 8 anos de governo.

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Denúncias de Irregularidades na Gestão da Secretaria de Educação de Camaquã

Chegaram ao mandato do Vereador José Carlos Copes (PT), algumas denúncias anônimas de que haveriam irregularidades na Escola Municipal de Ensino Fundamental Osvaldo Aranha, a maior do município contabilizando mais de 1.000 alunos nos turnos manhã, tarde e noite, de que haveriam professore não habilitados em sala de aula e de que a mesma instituição encontra-se em péssimas condições, estando deficitário o atendimento da equipe de manutenção. Na fala do Vereador no ouvido do plenário semana passada ele ressaltou "[...] estou encaminhando a denúncia para a comissão de educação desta casa para que se averigue as denúncias aqui relatadas, e acredito estar assim cumprindo meu dever de fiscalizar o executivo." (José Carlos Copes). O encaminhamento da sessão da Câmara de Vereadores foi que a comissão de educação da casa executasse uma diligência na escola para averiguar as denúncias e convidasse a secretária para que pudesse receber o relatório da comissão.
Entretanto a Secretaria de Educação de Camaquã, Marisa Albuquerque (em destaque na foto de branco), em entrevista em uma rádio local, usou de forma desmedida o telefone e deu por entender que depredações sofridas pela escola eram consequências de dois fatores, má gestão da direção e também vandalismo da própria comunidade.
Durante a semana, a comissão de educação visitou a escola, analisando as dependências e conversando com os trabalhadores daquele educandário, referenciando todas as denúncias levantadas e aprimorando outras que por decorrência da situação puderam ser identificadas.
Na sessão da câmara de ontem (27) o Vice-presidente da Associação de Moradores do Bairro Viegas, Marco Longaray, fez uso da tribuna popular e rebateu com veêmencia algumas declarações de Marisa Albuquerque Secretária de Educação, principalmente as que alegavam a depredação da escola por parte da comunidade, e apresentou as solicitações de melhorias apresentadas ao Prefeito Molon (PMDB) nos anos anteriores onde se incluiam a escola, além de um conjuntos de fotos que comprovam que os principais danos foram causados pela ação do tempo, e argumentou que a última reforma da escola aconteceu no ano de 2006. O dirigente comunitário chamou a atenção para a responsabilidade política da Secretária que deveria melhor considerar sua posição ao acusar a comunidade, e que escola não deve ser compreendida para ter lucro, e sim qualidade de ensino e prática de cidadania.
A sessão da câmara ainda traria mais agitação na área educacional do município, um projeto que reorganiza o transporte coletivo que passa no interior por conta da redução de custos, faria com que algumas crianças de determinada localidade caminhassem em média até dois quilômetros para terem acesso ao transporte escolar, levando inúmeros país a câmara, conjuntamente com pessoas do bairro Viegas onde se localiza a Escola Osvaldo Aranha, alvo da suposta denúncia e parte dos cargos de confiança que acompanhavam a Secretária, contudo por 6 votos da situação favoráveis e 4 contrários da oposição, infelizmente o projeto foi aprovado. Contudo em sua fala o Vereador Copes (PT) ressaltou "[...] muito me admira essa redução de custos, encurtando o trajeto do transporte escolar, já que vocês aqui presente verão daqui a pouco em meu ouvido do plenário, o uso desse mesmo transporte para realizar festinhas em outro lugares em pleno expediente de trabalho."
A bomba já estava lançada, e o vereador petista não exitou e acrescentou no ouvido do plenário outra denúncia que chegara em seu gabinete reltando uma festa da Secretaria de Educação de Camaquã no último dia (17) em um hotel fazenda utilizando transporte escolar, enquanto em sua fala o vereador enfatizou "[...] neste mesmo dia a prefeitura divulgou que alguns setores estavam reunidos para seminário de capacitação do governo organizados pela Secretaria da Fazenda, e que os membros responsáveis pela SME estavam confraternizando, existem aqui dois pesos e duas medidas as escolas precisam cumprir rigorosamente os seus 200 dias letivos e avisar a SME em qualquer outra ação que possa vir ocorrer um provável fechamento, e já SME nem avisa as escolas. Não há problema na confraternização, mas a mesma não pode ocorrer em horário de trabalho."
Neste momento o plenário se manifestou a favor da manifestação e contra a mesma, mas os encaminhamentos forma a averiguação destas denúncias e também uma reunião da comissão de educação com a direção da Escola Osvaldo Aranha e a SME.
O que entendo por isso tudo, é que por mais banco de horas que se possa ter é que inadimissível fechar uma repartição pública para confraternizar em pleno horário de expediente, e acho que os fatos falam por sí.

Foto: Câmara de Vereadores de Camaquã

Constrangimento de Vereador do PP em Camaquã

Tudo ocorreu ontem (27) na última sessão da Câmara de Vereadores de Camaquã, quando um acordo pré-definido da base do Governo Molon (PMDB) que possui 6 vereadores da totalidade dos 10, acordou que o Vereador Milton Silveira Pereira (PP) seria o presidente da casa para a gestão 2011. O mesmo vereador já enfocou que gostaria de não ter interferência na escolha de seus cargos comissionados na casa, e este foi o motivo ao qual a base se movimentou pra indicação de outro vereador, forçando a saída de Milton da disputa da cadeira de presidente, que tinha inclusive o voto da oposição da casa legislativa, por que em tese ele representava a rotatitividade de partidos a frente deste poder.
Como os cargos em comissão estão sendo ocupados por algumas indicações do atual e do ex-presidente que retoma a casa, foi feito um acerto no gabinete do Vice-Prefeito, então na condição de Prefeito em Exercvício, Nelson Devantier (PP), ao qual recolocou pela 4° vez, Osvaldo da Rocha Martins (PSDB) de volta ao cargo e com uma grande probabilidade de garantir a manutenção dos atuais ocupantes dos cargos.
Visivelmente constrangido, o Vereador Milton Pereira (PP) tentou argumentar que as negociações não fluíram e por isso teria retirado o seu nome da disputa e que ele gostaria de uma mesa composta pela pluralidade de partidos políticos, mas a verdade é que o Ex-Secretário de Educação do município, foi alijado do processo, e que o mesmo segue a cartilha do partido, omitindo-se de uma posição mais independente, ao sair o Vereador que votou favorável a chapa apresentada teria chorado, tamanho o constrangimento perante o ocorrido.
A mesa ficou composta por Osvaldo da Rocha Martins (PSDB) - Presidente, Rogério Duarte (PP) - Vice-presidente, Renato Dillmann (PMDB) - 1° Secretário e Ldgero Marques (PMDB) - 2° Secretário.

Foto: Site da Câmara de Vereadores de Camaquã

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Um Sentimento de Um Bom Ano Pro RS

Tarso Genro - Governador
Beto Grill - Vice Governador

Uma Equipe Nova, Porém Desafiadora.

A baixa idade da equipe da Coordenadoria de Cultura de São Lourenço não é impecilho a um bom trabalho, jovens dedicados tem feito alavancar a área no município, com um faíxa de idade por volta dos 20 ano, estagiários e alguns cargos de confiança, vem mostrando vitalidade na realização de eventos importantes e na configuração de um trabalho cultural que vise reorganizar e adequar os espaços multiculturais.
É uma galera de vitalidade que não deixa a peteca cair, e se dedica, muitas vezes extrapolando seu horário de lazer, mas com o compromisso de acreditar que a cultura pode sim, ser uma ferramenta emancipadora da sociedade, e que ela pode gerir novos caminhos para uma sociedade mais justa e igualitária.
E mesmo, que pareça meio paternalista, gosto de fazer parte dessa turma, que aceita os desafios e se desafia a acertá-los.
Inclusão através da arte!

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Curso de Museologia da UFPEL Deseja Boas Festas

O Curso de Bacharelado em Museologia da Universidade Federal de Pelotas que é um referência de qualidade na área deseja boas festas. Obrigado amigos pelo carinho.

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Carta ao Noel

Prezado Papai Noel

Este ano de 2010, eu não tenho do que me queixar, já em janeiro me graduei em História realizando um sonho não só meu, mas como de minha família em pleno aniversário do Papai, um presentão pra ele, pude ver o primeiro jogo oficial como profissional do Guarany de Camaquã e ainda participei em Porto Alegre da Conferência Estadual de Museus e Memórias do RS, em fevereiro participei do Fórum Social Mundial em POA, fui ao Rio de Janeiro na Pré-Conferência Nacional Setorial de Museus e Memórias, um aprendizado único, já em março até deu pra curtir um pouco a praia e planejar as ações, em abril eu pude fazer o cerimonial representando a Casa de Cultura na Sessão Solene de Aniversário de Emancipação Política de São Lourenço do Sul na Câmara de Vereadores, ainda organizei junto a 7° Região do Sistema Estadual de Museus do RS uma oficina sobre Ação Educativa em Museus e ajudei a formatar a 1° Gincana Cultural do Município, em maio atingimos a postagem de n° 500 neste blog, fizemos a 8° Semana dos Museus, o 1° Chá da Memória com o Grupo Conviver, o Seminário Debates Culturais, palestras nas escolas, exposições itinerantes na Rodoviária, na loja Casa das Novidades e Santa Casa de Misericórdia, criamos os fantoches "o Seu Finoca e a Dona Lili" que interagem com as crianças e ainda tivemos as contações de histórias, integramos os museus do interior como a Casa Hartmeister em Bom Jesus e o Museu Casa da Imigração da Coxilha do Barão nas atividades, já em junho lamentamos a perda do amigo Sérgio Padilha e de José Saramago, mas o trabalhou continuou, e teve a oficina de Fotografia e Educação Patrimonial no Ponto de Cultura MusicArte, organizamos com a Associação da Biblioteca Comunitária dos Amigos do Bairro Navegantes o projeto do Ponto de Cultura NavegArte e até candenense do Rotary Club visitaram o Museu Histórico São Lourenço do Sul, já em julho foi especial, pude rever a mulher que amo e passar alguns dias ao seu lado, algo indescritível, acertei na mosca que a Espanha seria Campeã da Copa do Mundo, o blog da Casa de Cultura completou 1 ano, e pude participar do 4° Fórum Nacional dos Museus e Memórias em Brasília/DF, ao qual foi quase cursar uma universidade em uma semana, ingressei no curso de Pós Graduação de Educação em Direitos Humanos na FURG, em agosto não foi um mês muito bom, embora tenha conhecido pessoas especiais das quais só tinha ouvisto falar e escutar, fiquei emocionado ao ver meu amor falar sobre a sua apresentação em sua banca de formatura, podemos ativar a Rede de Educadores em Museus do RS e ver o Renato Gaúcho comandar o meu Grêmio, mas neste mês uma dor forte invadiu meu peito, em setembro mesmo com o inicío da campanha eleitoral organizamos as ações para a adequação dos livros tombos no MHSLS, melhorando a questão do acondicionamento do acervo, assinei o Manifesto da Cultura do Governo Tarso, e recebi a noiticia de que o projeto organizado por mim do Ponto de Cultura NavegArte foi aprovado na Rede Furg, já outubro foi alegria, este blog completou 2 anos, infelizmente faltou o Zelmute como Deputado Estadual, mas asseguramos o Henrique Fontana Deputado Federal e ainda o Paim como Senador, o Beto Gril e o Tarso Governador do RS no 1° Turno e Dilma Presidente no 2° Turno afirmando nosso processo político e social, tivemos os 25 anos do Dia Nacional da Juventude com as Pastoriais da Juventude, também tivemos o 2° Chá da Memória com o grupo Conviver e a Entrega do Livro Tombo adequado as normas da museologia em parceria com o Curso de Bacharelado em Museologia da UFPEL, realizamos mais uma exposição itinerante na 23° Südoktoberfest organizados pelos três museus da cidade, toquei na 1° Noite Talentos do Funcionalismo e parece que o povo gostou, em novembro realizamos a exposição Fotográfica do 1° e 2° Chá da Memória dentro do Bingo do Conviver,  em dezembro fiquei muito orgulhoso de ter implacado a indicação do Patrono da 31° Feira do Livro de São Lourenço do Sul, Gabriel O Pensador e também o tema Versando Mudanças, retomamos dentro da feira o debate sobre Ação Educativa em Museus, trouxemos um grupo de choro e samba Buquezeiros de São Leopoldo, simplismente fantástico, coordenamos a Rádio Feira, sucesso absoluto e deu até para dar uma palinha no palco central tocando com a Manú e fazendo um repertório bem barzinho, bar e violão. Mamãe completou 60 anos e fizemos uma bonita festa pra ela, vimos o grande Mazembe da República do Congo fazer história em cima de nosso rival em pleno Mundial Interclubes. Revi alguns amigos, fiz outros, me consolidei como uma liderança no campo dos museus e aprendi muito.
Mais sabe Papai Noel, é como se o principal se perdesse, que aquela menina lá distante, que em agosto se distanciou de mim, tivesse levado a essência de tudo isso que foi feito com dedicação e amor, como que por mais que eu possa fazer nunca e nada suprirá a sua ausência, então ano que vem não precisa me dar este monte de alegria, basta apenas trazer ela de volta pra mim. Talvez a vida não se torne tão agitada, mas mais feliz!

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Tarso Define Secretariado no RS

Vice Governador - Gabinete das Políticas Microrregionais de Desenvolvimento Para a Metade Sul - Beto Grill (PSB)
Secretária de Turismo - Abgail Pereira (PCdoB)
Gabiente dos Prefeitos e Relações Federativas - Afonso Motta (PDT)
Secretaria de Segurança Pública - Airton Michels (PT)
Secretaria de Infraestrutura e Logistica - Beto Albuquerque (PSB)
Procurador Geral do Estado - Carlos Henrique Kaipper
Chefia da Casa Civil - Carlos Pestana (PT)
Secretaria da Saúde - Ciro Simoni (PDT)
Secretaria de Ciência, Inovação e Desenvolvimento Tecnológico - Cléber Cristiano Pradonov
Secretaria Geral de Governo - Estilac Xavier (PT)
Secretaria de Justiça e Direitos Humanos - Fabiano Pereira (PT)
Assessoria Superior do Governador - Coordenador Geral - Flávio Koutzii (PT)
Secretaria de Desenvolvimento Rural e Cooperativismo - Ivar Pavan (PT)
Secretaria de Planejamento, Gestão e Participação Cidadã - João Motta (PT)
Secretaria de Educação - José Clóvis de Azevedo (PT)
Secretaria de Meio Ambiente - Jussara Cony (PCdoB)
Secretaria de Esporte e Lazer - Kalil Sehbe (PDT)
Secretaria da Cultura - Luiz Antônio de Assis Brasil
Secretaria do Trabalho e do Desenvolvimento Social - Luís Augusto Lara (PTB)
Secretaria de Obras e Irrigação - Luís Carlos Busato (PTB)
Secretaria de Agricultura, Pecuária e Agronegócio - Luiz Fernando Mainardi (PT)
Secretaria de Habitação, Saneamento e Desenvolvimento Urbano - Marcel Frison (PT)
Secretaria Executiva do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social - Marcelo Danéris (PT)
Secretaria das Mulheres - Márcia Santana (PT)
Secretaria de Desenvolvimento e Promoção do Investimento - Mauro Knijnik
Secretaria de Econômia Solidária e Apoio a Micro e Pequena Empresa - Mauricio Dziedricki (PTB)
Secretaria da Fazenda - Odir Tonollier (PT)
Secretária da Administração e Recursos Humanos - Stela Farias (PT)
Secretaria de Comunicação Social e Inclusão Digital - Vera Spolidoro (PT)
Chefia de Gabiente - Vinicius Wu (PT)

Guarany de Camaquã Apresenta Comissão Técnica Para 2011

A Direção do Guarany Futebol Clube apresentou o técnico que irá comandar o time na 2ª divisão do Campeonato Gaúcho em 2011. Leandro Machado Herther que participou da segundona no primeiro semestre e na Copa Enio Costamilan como preparador de goleiros do próprio clube, agora será o responsável pelo futebol dentro das quatro linhas. Leandro Machado é natural de Santo Ângelo, tem 36 anos e já trabalhou com Guilherme Macuglia, Nestor Semionatto, Luiz Freire, Paulo Henrique Marques entre outros. Participa de comissões técnicas desde 2001 e quando foi atleta profissional era goleiro, tendo defendido equipes como Santo Ângelo e Inter de Lajes.

Fonte e Fotos: Assessoria de Imprensa do Guarany de Camaquã

Uma Vitória Que Merece Ser Comemorada

Embora esteja um pouco atrasado na saudação, obrigado por trabalharem pelo resgate da memória e dos patrimônios culturais de nossa comunidades brasileiras.

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Dos Olhares e Lugares das Políticas Para as Mulheres: Novos Teares e Novos Tecidos

Olhares e Lugares Gerais

No Brasil, após um período longo de ditadura imposto pelo regime militar, ceifando vidas e práticas democráticas, os governos pós este regime vêm aos poucos estabelecendo as bases para uma sociedade democrática, justa e igualitária. Este esforço esbarra em muitas dificuldades e tensões em decorrência de uma cultura política dominante, que estruturalmente vinculou, espalhou e legitimou as razões das discriminações, das desigualdades e da falta de oportunidades para grandes segmentos populacionais, como mulheres e negros, de maneira injustificada, utilizando os poderes constituídos de forma autoritária para excluir estes segmentos dos direitos básicos que constroem a cidadania e tornam uma sociedade democrática.
É bom lembrar que as práticas de racismo, lesbofobia, sexismo e violência contra as mulheres, fazem parte do contexto atual de desigualdade e discriminação que as mulheres, principalmente as negras, sofrem cotidianamente no cenário social e profissional do mundo.
A construção de uma sociedade justa, igualitária, com vistas à cidadania de homens e mulheres passa, obrigatoriamente, pelo reconhecimento das diferenças e das diversidades, bem como pela rejeição de mecanismos discriminatórios em qualquer âmbito ou nível. Poderemos arriscar que é fundamental uma reforma político-cultural profunda para que se estabeleçam as bases de uma cidadania em consonância com a ordem democrática, portanto, estamos dizendo que é necessário darmos continuidade ao processo democrático em curso, com instituições includentes, com seus ordenamentos jurídicos instituídos em outros parâmetros legais, de uma nova ordem político-social, que amplie a garantia da equidade e o respeito aos direitos fundamentais das pessoas.
A luta dos movimentos feministas e de mulheres pela construção de políticas públicas para as mulheres brasileiras, aliada a experiência nestes dois mandatos do governo Lula (2003-2006 e 2007 a 2010), por meio da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República, tem colocado vários desafios sobre a intervenção nas principais questões pautadas pela dinâmica social e a reflexão crítica de construção de políticas públicas na perspectiva feminista inserida na dimensão étnico-racial e de orientação sexual, assim como, o enfrentamento às discriminações e aos estereótipos impostos às mulheres brasileiras.
As relações de gênero e étnico-raciais historicamente têm um elo com a questão da cidadania. A (re) emergência dos movimentos sociais, a partir de fins da década de 70, em todo o país, produz e projeta outra concepção de cidadania, com base no trabalho, na vida e na luta social, uma cidadania que busca enfrentar os problemas cotidianos da coletividade, da exploração, da miséria, da desigualdade social, da discriminação, do preconceito, do racismo sempre presentes na formação cultural e social brasileira. A cidadania passa a ser construída no interior das lutas cotidianas, formando novos sujeitos, novas identidades político-culturais.
As diretrizes e princípios da política do governo expressam o esforço de uma construção coletiva e integradora numa perspectiva inclusiva, não discriminadora e geradora de uma igualdade social, que se materializa por meio dos planos nacionais, oriundos do diálogo social entre sociedade civil e governo, por meio das conferências nacionais.

Identidade e Cultura Discriminatória

Para determinados autores, a cultura política representa a síntese heterogênea de valores, costumes, informações, juízos e expectativas que constituem a identidade política dos indivíduos, dos grupos sociais e das organizações políticas. Considerando estes elementos citados acima, ressaltamos que o estabelecimento de uma determinada cultura política influencia de forma decisiva na existência, persistência, transformação ou eliminação de práticas discriminatórias.
Qualquer discriminação para efetivar-se, necessita da ação de um agente discriminador que é responsável em praticar a distinção, exclusão ou restrição baseada no sexo, raça, etnia, religião, nacionalidade, orientação sexual entre outras.
A discriminação é um comportamento ou uma atitude que interfere negativamente de maneira injustificada nos direitos das pessoas, causando situações e prejuízos materiais, psicológicos, emocionais e morais.
A discriminação leva os indivíduos e grupos sociais, em sua grande maioria, a esconderem suas próprias identidades e a sociedade a naturalizar tal fenômeno, dificultando muitas vezes a identificação do processo discriminador a que pessoas e grupos sofrem cotidianamente.
As iniciativas governamentais assumidas pelo governo federal desde 2003 quando foram criadas as Secretarias Especiais de Políticas para as Mulheres, de Promoção da Igualdade Racial e de Direitos Humanos com a finalidade de assessorar o presidente da república na promoção da incorporação das dimensões de gênero, raça, etnia e direitos humanos incluindo as pessoas com deficiência e orientação sexual diversa, nas políticas públicas e o enfrentamento as discriminações e desigualdades que estes segmentos historicamente sofrem, produziram novos olhares e novos lugares na sociedade.
Desta forma, quando a discriminação é trabalhada integralmente, resgatamos os direitos de cidadania, incluindo os direitos reprodutivos e sexuais das mulheres, mais especificamente o enfrentamento a discriminação em função da orientação sexual, da identidade de gênero e da violência doméstica contra as mulheres.

Tecendo Novos Tecidos em Novos Teares com Mãos Femininas

O tecido social conservador e discriminador costurado pelas mãos e mentes de velhas oligarquias que teceram um manto incolor para abrigar o capitalismo e o trabalho para os homens “normais” – jovens, brancos, casados, católicos, heterossexuais, esportistas, com formação universitária, com boa aparência de peso e altura e para as mulheres o trabalho doméstico, maternal, afetivo, sexual e os cuidados com os filhos, com a família e com a comunidade - Mulheres objetos sexuais e de violência, está esgarçado.
Este tecido se esgarçou e aos poucos vem sendo trocado por outro - colorido, preto, branco, róseo, lilás, vermelho, alegre, da cor do arco-íris, onde mulheres jovens, idosas, lésbicas, negras, rurais, indígenas, trabalhadoras do campo, da floresta e da cidade estão construindo novos teares, tecendo novos tecidos sociais em que sejam donas de suas próprias vidas.
O reconhecimento da violência doméstica como problema da sociedade e do Estado, as denúncias dessa violência no plano social e judicial, deram às mulheres a possibilidade de denunciarem as violências sexuais e conjugais sofridas por muito tempo e engolidas como natural. Este é um dos fatos que marca a história contemporânea de nossa sociedade emergida pelo feminismo, abraçada pelos movimentos de mulheres e materializada em lei, pela política pública, conhecida como Lei Maria da Penha.
As pesquisas internacionais, nacionais e os dados do Pacto Nacional pelo Enfrentamento à Violência contra a Mulher, coordenado pela Secretaria de Políticas para as Mulheres, revelam a amplitude, as formas e as quantidades de violências sofridas pelas mulheres. As ações articuladas em âmbito federal, estadual e municipal para coibir e erradicar esta violência do cenário social tem possibilitado que as mulheres denunciem e que saiam desta situação, o custo que está sendo é muito alto, muitas pagam com a vida e outras com a liberdade, a autonomia de viver se a lei for plenamente cumprida por todas as esferas governamentais.
O Pacto Nacional pelo Enfrentamento à Violência contra a Mulher desenvolve políticas públicas amplas e articuladas, direcionadas prioritariamente às mulheres rurais, negras e indígenas em situação de violência, em função da dupla ou tripla discriminação a que estão submetidas em virtude de sua maior vulnerabilidade social. Entre suas metas, estão à implementação de ações nas mais diferentes esferas da vida social, por exemplo, na educação, no mundo do trabalho, na saúde, na segurança pública, na assistência social, entre outras.
Neste sentido, a Central de Atendimento à Mulher – Ligue 180, criado em novembro de 2005, serviço executado por ação direta da Secretaria de Políticas para as Mulheres, insere-se no contexto do Pacto por meio de ações de atendimentos, apoio, educação, divulgação de informações, acolhimento e fortalecimento da população brasileira, em especial para as mulheres, inclusive no que tange as políticas de igualdade racial.
Os registros dos atendimentos prestados pela Central – Ligue 180 refletem a manifestação da população brasileira acerca do fenômeno da violência contra a mulher. Mais de 90% dos atendimentos da procura pelo serviço parte das próprias mulheres que se encontram em situação de violência e na maioria também são as mulheres negras que ligam.
A busca de solução para a superação da violência contra as mulheres tem feito parte da agenda de governos e de organizações não governamentais. O conhecimento e a experiência construídos coletivamente entre sociedade e governo nesta trajetória de enfrentamento à violência doméstica contra as mulheres, tem somado esforços a desmistificação dos papéis e da divisão sexual do trabalho entre homens e mulheres, do poder e dominação exercida por uns sobre outras.
A promoção da igualdade de oportunidades e a eliminação de todas as formas de discriminação e violência são alguns dos elementos basilares de uma agenda estratégica de desenvolvimento dos países.

Outros Olhares e Lugares na Teia de um Projeto Nacional

A idéia de se articular a metáfora da teia, do tear e do tecer e a construção de um projeto nacional é porque a teia suscita interações entre diversos contextos das transformações, deslocando as relações de um conjunto conhecido para outro em processo de formação. Vários autores têm se utilizado deste recurso de rede/teia, para o entendimento do significado de palavras ou conceitos no campo pedagógico, lingüístico ou psicológico. Nós estamos utilizando no campo das relações sociais de classe e das relações sociais de sexo e raça.
Tratar destas relações sociais é ir muito além de uma mera constatação de desigualdades, na verdade é articular a descrição da situação concreta com uma ponderação sobre os processos utilizados hierarquicamente na relação de subordinação, ou seja, é ir do campo do conhecimento (epistemológico) ao campo da ordem política na relação com o Estado. É entender historicamente, como estas relações sociais de sexo, de raça e de classe tomaram espaço nas instituições e legislações da sociedade.
A execução de políticas governamentais que contemplem uma interseccionalidade entre o trabalho de mulheres e o desenvolvimento sustentável do país, consiste num desafio para as políticas de Estado de geração de ocupação, trabalho e renda que tenham como prioridade o fortalecimento aos processos de organização e valorização das mulheres na perspectiva da relação entre autonomia econômica e igualdade no mundo do trabalho, na direção da superação de todas as formas de discriminação, desigualdades, opressão e violência que ainda afetam as mulheres brasileiras, apesar de todo o esforço do governo brasileiro em desenvolver ações no sentido de resgatar a dívida social acumulada no Brasil, historicamente, em muitas décadas.
Entretanto, novas situações emergiram neste campo, por conta da reestruturação produtiva que o processo de globalização acentua ao modo de produção capitalista que vem se ajustando ao longo das últimas décadas, flexibilizando e ao mesmo tempo, produzindo novas relações de trabalho e novos trabalhadores e trabalhadoras.
A manutenção e o fortalecimento da divisão sexual do trabalho que coloca para as mulheres a função de reprodução e produção orientada para o sustento da família, onde elas são encarregadas de administrar a renda familiar que é insuficiente na grande maioria das vezes, além da dupla ou tripla jornada de trabalho que enfrenta diariamente continuam forte nos dias atuais.
Processos de trabalho que efetivamente imputam espaços, práticas, ocupações a partir dos marcos do patriarcalismo nas relações sociais de gênero Há uma separação entre público e privado. Na esfera pública se encontram o econômico, o político e o sistema jurídico; na esfera privada estão a sexualidade e a afeição.
A separação ou a integração destas esferas de poder, como princípio de organização social interfere diretamente no trabalho da mulher, até porque, o espaço privado é atribuído à mulher e o público ao homem. Nessa relação de gênero e trabalho, percebe-se que as atividades exercidas pelos homens recebem da sociedade um maior poder e valorização, um reconhecimento de maior importância.
Considerando que a base legítima da cidadania democrática é a participação nos espaços de poder, pressupõe-se que a aceitação da diversidade, o respeito às diferenças, a igualdade de oportunidades é o que justifica todas as atividades (políticas, econômicas, culturais, financeiras, educativas, familiares etc.) de uma sociedade.
Portanto, toda ordem democrática deve estar orientada para fortalecer os direitos fundamentais do ser humano e para proteger e desenvolver a vida. A democracia tem que ser cotidianamente construída, exercitada ao longo da vida de todas as pessoas e da sociedade. A igualdade entre as pessoas pressupõe o reconhecimento do igual valor social (das mulheres, dos homens, da população negra, dos indígenas, em fim, de todas as pessoas) dos indicadores relativos à organização social, ao exercício de direitos humanos (econômicos, políticos, sociais, culturais) e à autonomia individual e ao bem estar social.
O desafio colocado diante da realidade é avançar nas ações de políticas pela equidade de gênero e raça, na qualidade de vida das mulheres, de suas famílias e da comunidade. Estabelecer os novos componentes a serem incorporados nos programas de governo que contribuam para a ampliação e fortalecimento dos direitos das mulheres, enquanto sujeitos sociais de transformação do desenvolvimento econômico, social e ambiental do país e da promoção da autonomia econômica e financeira das mulheres e da população negra como eixo estratégico de intervenção nas decisões do Estado brasileiro, tendo mais mulheres nos espaços constituídos de comando e poder do país.

Ana Paula Gonçalves é advogada. Feminista. Militante do Partido dos Trabalhadores
Ane Cruz é especialista em gênero. Feminista. Militante do Partido dos Trabalhadores
Aparecida Gonçalves é professora. Feminista. Militante do Partido dos Trabalhadores
Eunice Léa de Moraes é socióloga. Feminista. Militante do Partido dos Trabalhadores

PT/Camaquã Confraterniza Ano de Vitórias

Jantar do PT/Camaquã

Este foi um ano de vitórias com Dilma e Tarso, que está nos proporcionando muitos desafios e várias oportunidades para 2011, por isso, te convidamos confraternizar com a gente!

Quando: 21/12/10 (terça feira)
Onde: Restaurante Polo Sul - R. Mamoel da Silva Pacheco, 160
Hora: 20h
Valor: 10,00
IMPORTANTE: Nesta noite estaremos realizando filiações, quem tiver companheir@s com vontade de se filiar entre em contato com a gente.
Contamos com sua presença!!!!
(favor confirmar presença)

sábado, 18 de dezembro de 2010

Não Foi Desta Vez...

O Clube da República do Congo, o Mazembe que surpreendeu o Patchuca/ México vencendo na fase eliminatória por 1 x 0, o Internacional/Brasil vencendo por 2 x 0 na Semi-final do Mundial Interclubes, e que enfrentou a pouco o Internazionale/Itália, não conseguiu o mesmo feito e acabou derrotado pelo placar de 3 x 0 para o clube italiano.
A Internazionale chega ao seu Tri-Campeonato Mundial (1964-1965-2010) em Abu Dhabi. Mas o destaque desse mundial é mesmo o Mazembe que levou pela primeira vez na competição um clube africano a sua final.
O Atacante da Internazionale/Itália Samuel Eto`o foi escolhido o melhor do Mundial Interclubes.

Foto: Site da Internazionale/Itália

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

O Por quê de Tudo!

Afinal me pergunto, o porque destas coisas que se escrevem e inscrevem-se por momentos.
Na verdade nunca fui muito bom em poesias,
e nem é essa minha tendência.
Mas ainda não me declarei minha indepedência, nem mesmo por intentos,
ou quem sabe por ousadias.
Na verdade nem sei bem ao certo a força da militância,
seja em instância,
seja em distância,
ou mesmo por simples tolerância.
Eu fico pensando, que bom versejar,
perceber o ar,
contar pro mar,
a história que um dia saberei comunicar.
Assim eu vou me perguntando, o por quê de tudo!
Mesmo que o tudo, seja tudo o que eu sempre quis,
foi o teu rosto a maior impressão deste desejo, que assim fiz.
Da volta do sonho de um beijo.
Que eu ainda espero recordar em teu lábios,
mas que não seja o beijo da saudade,
e sim o beijo da sinceridade, do sentimento,
dos sábios desejos.
Assim é o por quê de tudo, livre e incostante,
como o pensamento que se permitiu voar,
que voou a liberdade e constância
de um ser...

Ações Educativas na 31° Feira do Livro

A 31° Feira do Livro de São Lourenço do Sul abrigou em sua Rádio Feira, um bate-papo sobre ações educativas em museus com Charles Tiago do Museu de Ciências e Tecnologia da PUC/RS e Carla Gastaud - Professora do Curso em Bacharelado em Museologia, que trataram sobre questões contemporâneas em relação ao tema.
Linguagens das exposições, extratificação de memórias, transdiciplinariedades em museus, fortalecimento dos departamentos educativos em museus, profissionalização de agentes em ações educativas entre outros assuntos que perfazem as citações do tema. Enquanto Charles Tiago aponta mecanismos de interação entre visitante e acervo através dos objetos, e Carla Gastaud que especificou as linguagens como forma de entendimento e clareza nas expografias.
O debate sobre museus dentro da feira do livro, segue a referência de propriciar cada vez mais uma aproximação com o público local, fortalecendo as novas perspectivas de perceber a relevância de seu acervo histórico.

Fonte: Coordenadoria de Cultura

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Mazembe a Sensação do Mundial da Fifa

O Clube africano derrotou o Internacional por 2 x 0 e irá disputar o mundial contra a Internazionale de Milão/ITA, a vitória sobre o clube brasileiro marcou a primeira de um sulamericano não disputar a final contra um europeu.
Quem disse que o Inter não faz história. E a verdade foi que ABU NÃO DAHBI!
Agora o inter se prepara para o outro mundial, acho que como bem mostra o D'alessandro, este o Inter sairá vitorioso.
Agora só falta mais um Inter, Mazembe.
Parabéns aos colorados, que estão pagando a dívida histórica do Brasil com o povo negro.

Estudo Revela Que Brasil Tem Mais de 3 Mil Museus

O Brasil, que no início do século passado tinha apenas 12 museus, chega ao fim da primeira década do século 21 com 3.025 instituições desse tipo. A informação consta da publicação Museus em Números, editada pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), do Ministério da Cultura e divulgada hoje (14) no Museu da República, no Rio de Janeiro.
Resultado de um trabalho de quatro anos, que envolveu mais de 30 profissionais, o levantamento é o primeiro realizado no país, em caráter aprofundado, sobre a quantidade e a qualidade dos museus brasileiros. Das 3.025 instituições mapeadas, 1.500 responderam à pesquisa iniciada em 2006 pelo Ibram, por intermédio do Cadastro Nacional de Museus.
Os números trazem informações que revelam a importância dos museus na vida cultural do país. O Brasil tem mais museus que salas de cinema (2.098) e teatros (1.229), conforme dados divulgado este ano pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Vinte e um por cento dos municípios brasileiros – 1.172 de um total de 5.564 – têm pelo menos um museu.
Apesar do número expressivo, a maioria dos museus ainda está concentrada nas capitais e nas regiões Sudeste e Sul. As três metrópoles mais populosas também abrigam os maiores acervos: São Paulo, com 132 museus, Rio de Janeiro, com 124, e Salvador, com 71. Palmas, no Tocantins, com apenas três, é a capital com menor número de museus.
O estado de São Paulo, com 517 instituições, é a unidade da federação com maior quantidade de museus, ficando em segundo lugar o Rio Grande do Sul, com 397, e em terceiro, Minas Gerais, com 319 museus. Os gaúchos, no entanto, têm a melhor relação entre o número de museus e a população, com uma instituição para cada 26.657 habitantes. A pior é a do Maranhão, onde para cada 266.042 habitantes há apenas um museu.
Na distribuição regional, o Sudeste (1.151) e o Sul (878) detêm o maior número de museus. No Nordeste, existem 632, no Centro-Oeste, 218 e, no Norte, 146. Em nível regional, o Nordeste registra o maior número de habitantes por museu: 100.160.
Quanto aos acervos, o Museu Nacional, na Quinta da Boa Vista, no Rio de Janeiro, é o conta com a maior quantidade de bens culturais preservados: 15 milhões de peças.
Segundo o estudo do Ibram, 67,5% dos museus brasileiros são dedicados à história, 53,4%, às artes visuais, e 48,2% à imagem e som.
Pelas projeções do cadastro do Ibram, em 2009, os museus brasileiros foram visitados por cerca de 82 milhões de pessoas. A maioria das instituições (67,2%) é pública, e 79,7% delas não cobram ingresso, quer sejam públicas ou privadas. De acordo com o estudo, os museus brasileiros empregam atualmente 26.762 pessoas.
A expectativa do Ibram é que o resultado desse verdadeiro “censo museológico” sirva de referência para o planejamento de politicas públicas para o setor. O Ibram também pretende tornar o trabalho periódico, com edições trienais.

Fonte: Agência Brasil

Rádio Feira um Novo Sucesso!

A Rádio Feira se consolidou como espaço cultural diferenciado na 31° edição da Feira do Livro, trazendo entrevista sobre os lançamentos dos livros, programação musical, informativos, sorteios e anúncios, dentro de uma comunicação que exemplificou o tema da feira, versando mudanças!
A interface entre rádio e palco central transcorreu bem, propondo debates importantes que formulou mais e mais conhecimentos durante a feira, isso acarretou importantes momentos do evento.
Como salienta Joice Kaul " A rádio feira se consolida, mostrando a inovação de se comunicar com o público e trazendo a criatiavidade para ser formador de conhecimento e informação."

Fonte: Coordenadoria de Cultura

domingo, 12 de dezembro de 2010

Triste Realidade

Uma análise da evolução da relação de conquista e do amor do homem para a mulher, através das músicas que marcaram época. Não é saudosismo, mas vejam como os quarentões, cinquentões tratavam seus amores. É por isso que de vez em quando vemos uma mulher nova enroscada no pescoço de um cinqüentão ou sessentão...
-------------------------------------------------
Década de 30:

Ele, de terno cinza e chapéu panamá, em frente à vila onde ela mora, canta:

"Tu és, divina e graciosa, estátua majestosa! Do amor por Deus esculturada. És formada com o ardor da alma da mais linda flor, de mais ativo olor, na vida é a preferida pelo beija-flor...."
---------------------------------------------------------
Década de 40:

Ele ajeita seu relógio Pateck Philip na algibeira,escreve para Rádio Nacional e, manda oferecer a ela uma linda música:

"A deusa da minha rua, tem os olhos onde a lua,costuma se embriagar. Nos seus olhos eu suponho, que o sol num dourado sonho, vai claridade buscar"
-----------------------------------------------------------------------
Década de 50:

Ele pede ao cantor da boate que ofereça a ela a interpretação de uma bela bossa:

" Olha que coisa mais linda, mais cheia de graça. É ela a menina que vem e que passa, no doce balanço a caminho do mar. Moça do corpo dourado, do sol de Ipanema. O teu balançado é mais que um poema. É a coisa mais linda que eu já vi passar."
---------------------------------------------------------
Década de 60:

Ele aparece na casa dela com um compacto simples embaixo do braço, ajeita a calça Lee e coloca na vitrola uma música papo firme:

"Nem mesmo o céu, nem as estrelas, nem mesmo o mar e o infinito não é maior que o meu amor, nem mais bonito. Me desespero a procurar alguma forma de lhe falar, como é grande o meu amor por você...."
---------------------------------------------------------
Década de 70:

Ele chega em seu fusca, com roda tala larga, sacode o cabelão, abre porta pra mina entrar e bota uma melô jóia no toca-fitas:

"Foi assim, como ver o mar, a primeira vez que os meus olhos se viram no teu olhar.... Quando eu mergulhei no azul do mar, sabia que era amor e vinha pra ficar...."
---------------------------------------------------------
Década de 80:

Ele telefona pra ela e deixa rolar um:

"Fonte de mel, nos olhos de gueixa, Kabuki, máscara. Choque entre o azul e o cacho de acácias, luz das acácias, você é mãe do sol. Linda...."
--------------------------------------------------------
Década de 90:

Ele liga pra ela e deixa gravada uma música na secretária eletrônica:

"Bem que se quis, depois de tudo ainda ser feliz. Mas já não há caminhos pra voltar. E o que é que a vida fez da nossa vida? O que é que a gente não faz por amor?"
---------------------------------------------------------
Em 2001:

Ele captura na internet um batidão legal e manda pra ela, por e-mail:

"Tchutchuca! Vem aqui com o teu Tigrão. Vou te jogar na cama e te dar muita pressão! Eu vou passar cerol na mão, vou sim, vou sim! Eu vou te cortar na mão! Vou sim, vou sim! Vou aparar pela rabiola! Vou sim, vou sim"!
--------------------------------------------------------
Em 2002:

Ele manda um e-mail oferecendo uma música:
"Só as cachorras! Hu Hu Hu Hu Hu! As preparadas! Hu Hu Hu Hu! As poposudas! Hu Hu Hu Hu Hu!"
---------------------------------------------------------
Em 2003:

Ele oferece uma música no baile:

"Pocotó pocotó pocotó...minha éguinha pocotó!
---------------------------------------------------------
Em 2004:

Ele a chama p/ dançar no meio da pista:

"Ah! Que isso? Elas estão descontroladas! Ah! Que isso? Elas Estão descontroladas! Ela sobe, ela desce, ela da uma rodada, elas estão descontroladas!"
--------------------------------------------------------
Em 2005:

Ele resolve mandar um convite para ela, através da rádio:

"Hoje é festa lá no meu apê, pode aparecer, vai rolar bunda lele!
---------------------------------------------------------
Em 2006:

Ele a convida para curtir um baile ao som da música mais pedida e tocada no país:

"Tô ficando atoladinha, tô ficando atoladinha, tô ficando atoladinha!!! Calma, calma foguetinha!!! Piriri Piriri Piriri, alguém ligou p/ mim!"
----------------------------------------------------------
Em 2010:

Ele encosta com seu carro com o porta-malas cheio de som e no máximo volume:

" Chapeuzinho pra onde você vai, diz aí menina que eu vou atrás. Pra que você quer saber?  Eu sou o lobo mau, au, au. Eu sou o lobo mau, au, au. E o que você vai fazer? Vou te comer, vou te comer, vou te comer. Vou te comer, vou te comer, vou te comer. Vou te comer, vou te comer, vou te comer."

Onde foi que erramos? Será que a sociedade pode produzir algo pior? Acho que as músicas trazem uma análise comportamental sempre importante de se fazer sobre o tratamento a que se colocam as mulheres.

Fonte: Email enviado por Flávio Barbosa

sábado, 11 de dezembro de 2010

O Teatro das Minhas Recordações

Assim foi a oficina de Teatro e Renata Zanella na 31° Feira do Livro, minha formadora na PJ, e uma grande amiga Historiadora, é dessas mulheres que a gente encanta em só de olhar, daquelas que nos passam uma segurança tamanha. Confesso que além do talento que salta aos olhos, a moça sabe tornar as suas atividades alegres, questionantes, instigadores e divertidas.
Ao participar novamente de algumas de suas dinâmicas Renata me remeteu a nostalgia de meus tempos nas Pastorais da Juventude, aos meus dias primaveris, e principalmente ao meu sonho militante, também desabafei como conselheira que sempre foi, e que resumiu muita coisa do que eu estou sentido numa frase "a vida é um ciclo, e as pessoas inconstantes", essa é a Renata Zanella, essa é um dos meus exemplos de jovens que estão por ai espalhando cultura por todo o canto deste estado e que a 31° edição da Feira do Livro de São Lourenço do Sul, teve o prazer de receber e de acolher.
Obrigado maninha, por ter aceitado o convite, até a próxima!