segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Feliz Dois Mil e 13

Que esse seja o nosso ano...

Em 2013... Uma Bancada Forte em Camaquã

Prezados Camaquenses...

É hora de comemorar, em 2013, a cidade terá uma verdadeira bancada de vereadores na cidade, três petistas assumirão uma vaga no legislativo, dentre elas a única mulher eleita em nossa cidade, uma responsabilidade de ser o maior partido da oposição em Camaquã, e de pautar um diálogo e uma construção cidadã para todos, com muita fiscalização do governo municipal, e buscando investimentos como já fizemos nos anos passados.
Marivone Tavares, Marco Longaray, Copes (nosso referencial político) e Alcindo Mendes.
Marco Longaray, Alcindo Mendes e Marivone Tavares são os nossos representantes, que defenderão o direito de quem mais precisa em nossa cidade da prestação do serviço público de qualidade.
Boa luta companheiros, o trabalho começa agora, mãos à obra!

Ah 2012! Com Amor...

Por que partes assim... Saiba que sentirei saudades suas, pois tu consolidaste o meu namoro com a minha Ana, pessoa da qual cada dia mais admiro, e da qual eu me orgulho em poder partilhar cada pedacinho do dia com ela, mesmo que na maioria das vezes seja pelo telefone, mas sempre sabendo que do outro lado da linha, há alguém compartilhando as alegrias e tristezas.
Uma mulher incrível, que faz meu coração bater acelerado, que desperta tudo que há de bom em mim, me chama para vida, para realidade, mas nunca me cortas as asas e deixa com que eu as vezes voe em busca do meu sonho.
Nosso presente de 2012 - nosso afilhado Miguel
Uma mulher verdadeira, mas um sonho de mulher ao mesmo tempo, que não se omite de sorrir e de chorar frente aos seus desafios, assim tornando-se mais humana, mais sensível, como todos nós deveríamos ser, mas que as vezes as marcas do relógio insistem em nos deixar aturdidos.
Ah 2012! De ti muito mais do que as fotos, eu sentirei saudade, tu foste um ano especial, trouxe-me novas indagações, novos lugares, e ainda bem que não trouxe um novo amor, pois o que tenho já me satisfaz o meu coração, me enche de esperança e me traz vida, como há muitos outros anos passados eu não sentia.
Esse amor, que todo dia se renova e decifra-se de forma diferente, na escuta, no dialogo, na confiança, na espera, no encontro, na partilha, na convivência... Enfim no amor, sentimento este que no entrelaça durante o ano eu e a Ana.
Enamorado de ti estou e quero ficar por toda a vida!
Te amo Ana...
Que venha 2013

Prorrogado Prazo Para o Edital de Pontos de Leitura Negra


Brasil de Pelotas Está Confirmado na Copa do Brasil de 2013

Foi confirmada a participação do Grêmio Esportivo Brasil na Copa do Brasil 2013. O rubro-negro juntamente com Internacional, Grêmio, Caxias e Veranópolis são os representantes do Rio Grande do Sul na competição nacional, que está marcada para começar no dia 3 de abril. Destes, apenas o Grêmio inicia a disputa diretamente das oitavas de finais, pois o tricolor porto-alegrense disputa a Copa Libertadores da América. O Xavante, por ter sido vice-campeão da Copa Hélio Dourado, garantiu pela primeira vez na sua história uma vaga para a Copa, que é a competição mais democrática do país e, também, o caminho mais curto para a Libertadores. O adversário do GEB ainda não está confirmado, nem a data da estreia, porém a primeira partida deve ocorrer no estádio Bento Freitas.
A Copa do Brasil do próximo ano terá novas regras. Contando com a participação de 86 clubes – anteriormente eram 64 equipes – entre eles os representantes nacionais na Copa Libertadores do mesmo ano, o torneio deixará de ser semestral e será disputado de 3 de abril até 27 de novembro.
Mais uma vez – como já vem acontecendo ano após ano desde 2006 –, o rubro-negro da Baixada está confirmado em uma competição nacional, sendo, novamente, o único representante da zona sul do estado em disputas além da fronteira com Santa Catarina. São as boas novas vermelho e preto para o ano que está por vir. Vamos rubro-negro!

Fonte: Site do Brasil-Pel

Troca de Assessores no Mandato do Deputado Federal Henrique Fontana

Com a saída de Neuto Jordano do gabinete para assumir a pasta de planejamento da cidade do Rio Grande, o companheiro Diogo Bitencourt (candidato a vereador em Canoas, e ex-Coordenador de Juventude de Canoas) na qual ele mesmo comunica:
"E dizer que é com muito orgulho que irei assumir uma nova tarefa em 2013, terei a honra de assessorar o Deputado Federal Henrique Fontana, um grande companheiro que nos honrou com este convite e iremos honrar com muito trabalho e dedicação em todo o RS e principalmente em Canoas. Agora que venha 2013 feliz ano novo pra tod@s".

Conheça o Secretariado de Rio Grande

Foto: Compartilho com vocês os nomes que estarão compondo o governo a partir do ano que vem. O anúncio foi hoje pela manhã, no Centro de Convívio Meninos do Mar (CCMAR).

Chefe de Gabinete do Prefeito: Darlene Torrada Pereira é Mestre em Desenvolvimento Social, Assessora na Secretaria de Assistência Social do Rio Grande. Servidora Pública Federal na FURG há 21 anos. Pró-Reitora de Assuntos Comunitários e Estudantis de 2005 a 2008. Pró-reitora de Extensão e Cultura de 2009 a 2010. Pró-Reitora de Assuntos Estudantis de 2011 a 2012.

Chefe do Gabinete de Compras, Licitações e Contratos: Jéferson Alonso dos Santos cursa Administração de Empresas; possui vários cursos de capacitação e treinamento. Já ocupou as funções de analista de Recursos Humanos, gerente administrativo/financeiro, entre outras. Recentemente, era chefe do setor de Compras e Licitações / Almoxarifado da Superintendência do Porto de Rio Grande.

Coordenador Geral da Unidade Gestora de Projetos: Jomar Lima possui curso de Relações Públicas e Relações Humanas. É acadêmico de Ciências Contábeis e Direito pela Universidade Federal do Rio Grande (Furg) e é formando em Gestão Ambiental (Unopar). Fundador e membro do 1º Diretório do PDT do Rio Grande, assessorou o ex-deputado Valdomiro Lima na Assembleia Legislativa do RS e na Câmara Federal. Empresário, já foi diretor de obras do Círculo Operário Rio-grandino. 

Procuradoria Geral do Município: Fernando Amaro da Silveira Grassi é graduado em Ciências Jurídicas e Sociais pela UFPel, advogado especialista em direito público. Foi assessor jurídico da Câmara Municipal de Pelotas e Procurador Geral do município de Sta. Vitória do Palmar.

Secretaria de Município de Comunicação e Relações Institucionais: Paulo Roberto de Souza Rodrigues é dirigente municipal do Partido dos Trabalhadores. Presidente do PT municipal por dois mandatos. Ex- membro do Diretório Estadual do PT. Assessor da Bancada do PT na Câmara Municipal de Vereadores - 1989 a 2010. Recentemente, chefe de gabinete do deputado Alexandre Lindenmeyer.

Secretário Municipal do Cassino: Eduardo Lawson trabalhou na extinta Companhia Rio-grandense de Desenvolvimento e Secretaria de Habitação e Desenvolvimento do município. Também foi Superintendente da Autarquia do balneário Cassino. Desportista, jogou basquete em grandes clubes do país e, inclusive, na Seleção Brasileira. Possui diversas premiações na área, sendo considerado o “maior jogador de basquete do Rio Grande do Sul de todos os tempos”. No currículo, destaque para trabalhos sociais na área esportiva.

Secretário de Gestão Administrativa: José Vanderlei da Silva Borba é graduado em Administração pela FURG, tem especialização em Contabilidade (FURG) e doutorado em Integração Regional pela UFPel. Professor Adjunto da FURG, com docência em Graduação em diversas áreas e em Especialização em outras. Experiência em Gestão Pública na FURG. Ênfase em Gestão de Organizações e Estudos Regionais.

Secretário da Fazenda: Everton Luís Porciúncula tem graduação e pós-graduação em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Rio Grande (FURG). Foi Chefe da Divisão de Contabilidade da Diretoria de Administração Financeira e Contábil – DAFC da universidade.

Secretaria da Saúde: Vera Elizabeth Lima da Silva tem graduação e licenciamento em Pedagogia e curso técnico de Enfermagem. Participou da criação e foi presidente do Conselho Municipal de Saúde em Rio Grande. Coordenou instituições e atividades na área da Saúde, participando de diversos seminários e conferências ligadas ao tema.

Secretaria de Educação: André Lemes da Silva é licenciado em História, Mestre em Educação Ambiental , doutorando em Educação Ambiental , sempre pela FURG, professor , servidor público federal , diretor do Centro de Atenção Integral à Criança e ao Adolescente em Rio Grande, e diretor de extensão da FURG.

Secretário de Cultura: Celso Santos é funcionário público aposentado, ativista cultural e militante político, formando do Curso de Artes Visuais – Licenciatura, da FURG. Já foi presidente, secretário e tesoureiro do PT do Rio Grande. Desde 2004 atua como voluntário no Centro de Produção, Promoção e Formação em Arte e Cultura – ArtEstação exercendo atividades na coordenação. 

Coordenação da Defesa do Consumidor: André Lima Bragagnolo cursa Tecnologia em Gestão Pública / Recursos Humanos na Faculdade Anhanguera de Rio Grande. Bacharelado em Ciência da Computação e em Comunicação Social. Especialista em Trânsito (Detran/RS), foi diretor geral do Centro de Formação de Condutores em Porto Alegre/RS.

Secretaria de Cidadania e Assistência Social: Maria Cristina Juliano possui uma trajetória pessoal articulada com a causa dos direitos humanos, com ênfase na defesa dos direitos da criança e do adolescente. É graduada em direto (FURG), Especialização pela Escola do Ministério Público, Especialização em Violência Doméstica contra crianças e adolescentes pela Universidade Estadual de São Paulo e Mestre em Educação Ambiental (atualmente é doutoranda na área). Foi membro e presidente da Comissão do Menor da OAB e Coordenadora Executiva do Programa Rede Família, sendo membro da Comissão Municipal do Programa Apadrinhamento Afetivo em suas oito edições.

Secretaria de Habitação e Regularização Fundiária: Gilmar Xavier Ávila foi diretor do Sindicato dos Metalúrgicos de Rio Grande, fundador e representante do Movimento Nacional de Luta pela Moradia, inclusive em Seminário na Turquia. Foi coordenador do primeiro Projeto de Reforma de Prédio Público para Habitação de Interesse Social no País, com o Programa Crédito Solidário.

Secretaria de Desenvolvimento, Inovação, Emprego e Renda: João Carlos Brahm Cousin é Servidor Público Federal; professor titular da FURG; Doutor em Oceanografia Biológica pela Universidade Bretanha Ocidental – França; foi Secretario Adjunto da Secretaria de Administração do Governo RS; Secretario Adjunto da Secretaria do Interior do Governo RS; Reitor da FURG entre 2005 e 2012.

Secretaria de Desenvolvimento Primário: Orildo Longhi estudou filosofia na UCPEL, licenciou-se em Teologia na PUCRS, é bacharel em Direito pela FURG e Mestre em Direito do Trabalho pela Femargs. Coordenou a Pastoral da Terra na Paróquia de São José do Norte e na Diocese de Rio Grande. Desde 1991 é servidor da Justiça do Trabalho do TRT da 4ª Região, no cargo de Analista Judiciário. Atuou como colaborador do mandato do deputado Alexandre Lindenmeyer.

Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer: Luiz Antônio Parise Fedozzi é formado em Educação Física pela UFPEL. Foi atleta, preparador físico, treinador, coordenador técnico e gestor em vários clubes de futebol profissional. Também exerceu a função de comentarista esportivo e, recentemente, foi assessor de esporte do deputado Alexandre Lindenmeyer.

Secretaria da Pesca: Éderson Pinto da Silva possui graduação em Tecnologia em Gestão Ambiental pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-Rio-grandense. Recentemente foi diretor do Departamento de Pesca, Aquicultura, Quilombos e Indígenas da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo do RS.

Secretaria de Infraestrutura: Cleide Torres Rodrigues formou-se em Direito pela FURG em 1990 e fez Curso de Especialização em Gestão Empresarial pela UFRGS em 1998. Trabalha há 26 anos na CEEE, onde exercia recentemente a função de Gerente Regional.

Secretaria de Mobilidade Urbana e Acessibilidade: Luiz Francisco Spotorno é engenheiro e advogado. Servidor público estadual, também foi superintendente do Porto de Rio Grande no governo Olívio Dutra. Foi eleito vereador em 2008 e reeleito em 2012.

Secretaria de Controle e Serviços Urbanos: Nilson Roberto da Rosa Pinheiro é acadêmico do curso de Ciências Jurídicas na Faculdade Anhanguera; foi assessor parlamentar na Câmara dos Deputados (2008), supervisor da Secretaria Municipal de Turismo, Esporte e Lazer de Rio Grande, chefe de Patrimônio da Superintendência do Porto de Rio Grande, e presidente do PSB do município de Rio Grande.

Secretaria de Meio Ambiente: Míriam Villamil Balestro Floriano é Promotora de Justiça, Mestre e doutoranda em Sociologia Jurídica e Instituições Políticas pela Universidade de Zaragoza-Unizar, da Espanha. Participou como palestrante em diversos eventos nacionais e internacionais sobre direitos humanos e meio ambiente.

Previdência do Rio Grande (Previrg): Frederico Carlos Montano é formado em Direito e Engenharia Química pela FURG. Servidor concursado da Câmara de Vereadores do Rio Grande, foi Técnico Legislativo entre 2004 e 2010. Recentemente, foi assessor do deputado Alexandre Lindenmeyer na Assembleia Legislativa.

Departamento Autônomo de Transportes Coletivos (DATC): Sandro da Silva é funcionário público federal, técnico em radiologia médica e radiodiagnóstico, técnico em anatomia humana e comparada, técnico em imobilizações e tem formação em atividades de escritório. Cursou Direito e Administração, e atuou na área empresarial e instituições da área médica.

Instituto Municipal de Planejamento: Neuto Jordano dos Santos Marques é graduado em Direito pela UCPel e foi aluno especial do curso de Mestrado em Política Internacional da UNB. Foi coordenador de Captação de Recursos da Prefeitura de Sta. Vitória do Palmar e, recentemente, assessor e coordenador das relações federativas do deputado federal Henrique Fontana.

Foto: Marília Lopes
Foto: Marília Lopes

Compartilho com vocês os nomes que estarão compondo o governo a partir do ano que vem. O anúncio foi feito no Centro de Convívio Meninos do Mar (CCMAR).

Chefe de Gabinete do Prefeito: Darlene Torrada Pereira é Mestre em Desenvolvimento Social, Assessora na Secretaria de Assistência Social do Rio Grande. Servidora Pública Federal na FURG há 21 anos. Pró-Reitora de Assuntos Comunitários e Estudantis de 2005 a 2008. Pró-reitora de Extensão e Cultura de 2009 a 2010. Pró-Reitora de Assuntos Estudantis de 2011 a 2012.

Chefe do Gabinete de Compras, Licitações e Contratos: Jéferson Alonso dos Santos cursa Administração de Empresas; possui vários cursos de capacitação e treinamento. Já ocupou as funções de analista de Recursos Humanos, gerente administrativo/financeiro, entre outras. Recentemente, era chefe do setor de Compras e Licitações / Almoxarifado da Superintendência do Porto de Rio Grande.

Coordenador Geral da Unidade Gestora de Projetos: Jomar Lima possui curso de Relações Públicas e Relações Humanas. É acadêmico de Ciências Contábeis e Direito pela Universidade Federal do Rio Grande (Furg) e é formando em Gestão Ambiental (Unopar). Fundador e membro do 1º Diretório do PDT do Rio Grande, assessorou o ex-deputado Valdomiro Lima na Assembleia Legislativa do RS e na Câmara Federal. Empresário, já foi diretor de obras do Círculo Operário Rio-grandino.

Procuradoria Geral do Município: Fernando Amaro da Silveira Grassi é graduado em Ciências Jurídicas e Sociais pela UFPel, advogado especialista em direito público. Foi assessor jurídico da Câmara Municipal de Pelotas e Procurador Geral do município de Sta. Vitória do Palmar.

Secretaria de Município de Comunicação e Relações Institucionais: Paulo Roberto de Souza Rodrigues é dirigente municipal do Partido dos Trabalhadores. Presidente do PT municipal por dois mandatos. Ex- membro do Diretório Estadual do PT. Assessor da Bancada do PT na Câmara Municipal de Vereadores - 1989 a 2010. Recentemente, chefe de gabinete do deputado Alexandre Lindenmeyer.

Secretário Municipal do Cassino: Eduardo Lawson trabalhou na extinta Companhia Rio-grandense de Desenvolvimento e Secretaria de Habitação e Desenvolvimento do município. Também foi Superintendente da Autarquia do balneário Cassino. Desportista, jogou basquete em grandes clubes do país e, inclusive, na Seleção Brasileira. Possui diversas premiações na área, sendo considerado o “maior jogador de basquete do Rio Grande do Sul de todos os tempos”. No currículo, destaque para trabalhos sociais na área esportiva.

Secretário de Gestão Administrativa: José Vanderlei da Silva Borba é graduado em Administração pela FURG, tem especialização em Contabilidade (FURG) e doutorado em Integração Regional pela UFPel. Professor Adjunto da FURG, com docência em Graduação em diversas áreas e em Especialização em outras. Experiência em Gestão Pública na FURG. Ênfase em Gestão de Organizações e Estudos Regionais.

Secretário da Fazenda: Everton Luís Porciúncula tem graduação e pós-graduação em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Rio Grande (FURG). Foi Chefe da Divisão de Contabilidade da Diretoria de Administração Financeira e Contábil – DAFC da universidade.

Secretaria da Saúde: Vera Elizabeth Lima da Silva tem graduação e licenciamento em Pedagogia e curso técnico de Enfermagem. Participou da criação e foi presidente do Conselho Municipal de Saúde em Rio Grande. Coordenou instituições e atividades na área da Saúde, participando de diversos seminários e conferências ligadas ao tema.

Secretaria de Educação: André Lemes da Silva é licenciado em História, Mestre em Educação Ambiental , doutorando em Educação Ambiental , sempre pela FURG, professor , servidor público federal , diretor do Centro de Atenção Integral à Criança e ao Adolescente em Rio Grande, e diretor de extensão da FURG.

Secretário de Cultura: Celso Santos é funcionário público aposentado, ativista cultural e militante político, formando do Curso de Artes Visuais – Licenciatura, da FURG. Já foi presidente, secretário e tesoureiro do PT do Rio Grande. Desde 2004 atua como voluntário no Centro de Produção, Promoção e Formação em Arte e Cultura – ArtEstação exercendo atividades na coordenação.

Coordenação da Defesa do Consumidor: André Lima Bragagnolo cursa Tecnologia em Gestão Pública / Recursos Humanos na Faculdade Anhanguera de Rio Grande. Bacharelado em Ciência da Computação e em Comunicação Social. Especialista em Trânsito (Detran/RS), foi diretor geral do Centro de Formação de Condutores em Porto Alegre/RS.

Secretaria de Cidadania e Assistência Social: Maria Cristina Juliano possui uma trajetória pessoal articulada com a causa dos direitos humanos, com ênfase na defesa dos direitos da criança e do adolescente. É graduada em direto (FURG), Especialização pela Escola do Ministério Público, Especialização em Violência Doméstica contra crianças e adolescentes pela Universidade Estadual de São Paulo e Mestre em Educação Ambiental (atualmente é doutoranda na área). Foi membro e presidente da Comissão do Menor da OAB e Coordenadora Executiva do Programa Rede Família, sendo membro da Comissão Municipal do Programa Apadrinhamento Afetivo em suas oito edições.

Secretaria de Habitação e Regularização Fundiária: Gilmar Xavier Ávila foi diretor do Sindicato dos Metalúrgicos de Rio Grande, fundador e representante do Movimento Nacional de Luta pela Moradia, inclusive em Seminário na Turquia. Foi coordenador do primeiro Projeto de Reforma de Prédio Público para Habitação de Interesse Social no País, com o Programa Crédito Solidário.

Secretaria de Desenvolvimento, Inovação, Emprego e Renda: João Carlos Brahm Cousin é Servidor Público Federal; professor titular da FURG; Doutor em Oceanografia Biológica pela Universidade Bretanha Ocidental – França; foi Secretario Adjunto da Secretaria de Administração do Governo RS; Secretario Adjunto da Secretaria do Interior do Governo RS; Reitor da FURG entre 2005 e 2012.

Secretaria de Desenvolvimento Primário: Orildo Longhi estudou filosofia na UCPEL, licenciou-se em Teologia na PUCRS, é bacharel em Direito pela FURG e Mestre em Direito do Trabalho pela Femargs. Coordenou a Pastoral da Terra na Paróquia de São José do Norte e na Diocese de Rio Grande. Desde 1991 é servidor da Justiça do Trabalho do TRT da 4ª Região, no cargo de Analista Judiciário. Atuou como colaborador do mandato do deputado Alexandre Lindenmeyer.

Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer: Luiz Antônio Parise Fedozzi é formado em Educação Física pela UFPEL. Foi atleta, preparador físico, treinador, coordenador técnico e gestor em vários clubes de futebol profissional. Também exerceu a função de comentarista esportivo e, recentemente, foi assessor de esporte do deputado Alexandre Lindenmeyer.

Secretaria da Pesca: Éderson Pinto da Silva possui graduação em Tecnologia em Gestão Ambiental pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-Rio-grandense. Recentemente foi diretor do Departamento de Pesca, Aquicultura, Quilombos e Indígenas da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo do RS.

Secretaria de Infraestrutura: Cleide Torres Rodrigues formou-se em Direito pela FURG em 1990 e fez Curso de Especialização em Gestão Empresarial pela UFRGS em 1998. Trabalha há 26 anos na CEEE, onde exercia recentemente a função de Gerente Regional.

Secretaria de Mobilidade Urbana e Acessibilidade: Luiz Francisco Spotorno é engenheiro e advogado. Servidor público estadual, também foi superintendente do Porto de Rio Grande no governo Olívio Dutra. Foi eleito vereador em 2008 e reeleito em 2012.

Secretaria de Controle e Serviços Urbanos: Nilson Roberto da Rosa Pinheiro é acadêmico do curso de Ciências Jurídicas na Faculdade Anhanguera; foi assessor parlamentar na Câmara dos Deputados (2008), supervisor da Secretaria Municipal de Turismo, Esporte e Lazer de Rio Grande, chefe de Patrimônio da Superintendência do Porto de Rio Grande, e presidente do PSB do município de Rio Grande.

Secretaria de Meio Ambiente: Míriam Villamil Balestro Floriano é Promotora de Justiça, Mestre e doutoranda em Sociologia Jurídica e Instituições Políticas pela Universidade de Zaragoza-Unizar, da Espanha. Participou como palestrante em diversos eventos nacionais e internacionais sobre direitos humanos e meio ambiente.

Previdência do Rio Grande (Previrg): Frederico Carlos Montano é formado em Direito e Engenharia Química pela FURG. Servidor concursado da Câmara de Vereadores do Rio Grande, foi Técnico Legislativo entre 2004 e 2010. Recentemente, foi assessor do deputado Alexandre Lindenmeyer na Assembleia Legislativa.

Departamento Autônomo de Transportes Coletivos (DATC): Sandro da Silva é funcionário público federal, técnico em radiologia médica e radiodiagnóstico, técnico em anatomia humana e comparada, técnico em imobilizações e tem formação em atividades de escritório. Cursou Direito e Administração, e atuou na área empresarial e instituições da área médica.

Instituto Municipal de Planejamento: Neuto Jordano dos Santos Marques é graduado em Direito pela UCPel e foi aluno especial do curso de Mestrado em Política Internacional da UNB. Foi coordenador de Captação de Recursos da Prefeitura de Sta. Vitória do Palmar e, recentemente, assessor e coordenador das relações federativas do deputado federal Henrique Fontana.

*Esperamos que todos possam realizar uma boa gestão e cumpram as promessas de campanha. Boa Sorte  tod@s!

Show da Virada é em São Lourenço do Sul

Show da Virada marca início de 2013


A Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Turismo, Indústria e Comércio (SMTIC), realiza o Show da Virada, com a tradicional queima de fogos de artifício, saudando a chegada de 2013. 
A festa tem início a partir da meia noite, com o show da banda Estação 5. A partir da 01 hora, acontece o show pirotécnico, que irá durar aproximadamente 10 minutos.
O evento acontece tradicionalmente no Largo Laura Abreu e conta com o apoio da Associação Comercial e Industrial (ACI). A iniciativa privada é  uma  grande parceira da Prefeitura Municipal, possibilitando uma  festa ainda mais bonita. 
O Show da Virada marca a abertura do Festival de Verão. A expectativa é de receber mais de 10 mil pessoas durante a virada de ano. A partir de janeiro, durante todas as noites de sextas-feiras e sábados, serão oferecidos gratuitamente shows na orla da praia, a partir das 22 horas.  
A realização do Festival de Verão tem como objetivo dinamizar a economia do município, gerando empregos, distribuindo renda e estimulando o turismo e entretenimento para a população local e visitantes. “A Prefeitura encerra um ciclo de oito anos com nosso tradicional Show da Virada. Desejamos a todos os lourencianos e visitantes um ótimo 2013 e estaremos trabalhando para desenvolver o turismo cada vez mais em nosso município.” – afirma o Secretário Municipal de Turismo, Indústria e Comércio Gilmar Pinheiro.

Fonte: DECOM - Departamento de Comunicação da Prefeitura Municipal de São Lourenço do Sul

Conheça o Secretariado de Camaquã

SECRETARIADO – GOVERNO JOÃO CARLOS MACHADO

Secretaria Especial de Governo – DIOCLÉCIO GIOCOMO
Secretaria Municipal da Administração – ELISETE ROCK PETER
Secretaria Municipal da Agricultura e Abastecimento – JOSÉ CARLOS BERTA DORNELLES
Secretaria Municipal de Cultura e Turismo – PROF MARLA ROSA CRESPO
Secretaria Municipal de Educação – PROF JUSSARA DA ROCHA JAQUES
Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Empreendedorismo – CLAITON DUARTE
Secretaria Municipal do Desporto e Juventude – TIAGO CAMERINE DA SILVA
Secretaria Municipal da Fazenda – VALTER BARROS
Secretaria Municipal de Infraestrutura – JOSE ADOLFO CASTRO - SERVIDOR
Secretaria Municipal do Meio Ambiente – JOÃO BATISTA CALDASSO DA SILVA
Secretaria Municipal da Saúde – ROBSON VIEIRA MARQUES
Secretaria Municipal do Trabalho e Ação Social - JOSIANE ALENCASTRO LONGARAY
Secretaria Municipal dos Transportes – PAULO RENATO FREITAS DOS SANTOS
Procurador Chefe da Administração - CRISTIANO FAGUNDES

*Esperamos que honrem o compromisso que assumem a partir de amanhã, e cumpram as promessas de campanha. Boa sorte!

Galeano e a Memória

A reflexão que Galeano nos traz é bastante pertinente, pois exemplifica o poder de seleção da memória, a qual define o que lembrar e o esquecer, o que deletar e o que ser salvo, ou seja, a memória determina os condicionantes qualitativos e quantitativos de nosso inconsciente, sem que percebamos.
Esses condicionantes estão ligados as sensações e as lembranças da qual estamos imersos, e por uma razão idiomática da própria memória, o autor afirma que a memória é esse "evoluir" de perder e ganhar de si mesmo as próprias lembranças.

domingo, 30 de dezembro de 2012

Instagram Informa Que Não Vai Vender Fotos de Usuários da Rede

Depois de causar polêmica entre seus usuários, por conta do anúncio de alterações na política de privacidade e nos termos de uso, o cofundador do Instagram, Kevin Systrom, comunicou que as novidades foram mal interpretadas e que a rede está ouvindo as sugestões e reclamações recebidas. A informação é do caderno Link do jornal O Estado de S. Paulo.
A principal polêmica foi sobre a mudança que permitiria a venda das fotos dos usuários sem qualquer consulta ou pagamento ao autor.
No comunicado, publicado no blog da rede social, Systrom diz que as fotos postadas no Instagram não serão vendidas sem consentimento dos usuários e não serão usadas em anúncios. “Foi nosso erro a linguagem estar confusa”, afirmou.
De acordo com o texto publicado, os usuários continuarão a ter o direito de propriedade sobre suas fotos. Além disso, a escolha entre ter um perfil público ou privado permanece.

Fonte: Site Cultura e Mercado

Morre Ottoni Fernandes Júnior, Diretor Internacional da EBC

(Foto: Magno Romero)
Ottoni Fernandes foi vítima de um infarto fulminante neste domingo (30/12), em El Calafate, na Patagônia.

Morreu neste domingo (30) Ottoni Guimarães Fernandes Júnior, diretor internacional da Empresa Brasil de Comunicação (EBC).  O jornalista estava em El Chatén, na Patagônia argentina, e foi vítima de um infarto. O corpo está sendo preparado para ser trazido ao Brasil e o enterro deve ocorrer na próxima quarta-feira (2).
Ottoni Fernandes estava na EBC desde março deste ano. Antes de assumir a Diretoria Internacional da empresa, foi diretor de Comunicação do Instituto Lula, secretário executivo da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República entre 2007 e 2010, na gestão do ex-ministro Franklin Martins, e diretor de redação da revista Desafios do Desenvolvimento, do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).
Trabalhou por 21 anos na Gazeta Mercantil, onde atuou de repórter a diretor-geral. Também foi redator-chefe da revista IstoÉ e editor da revista Exame.
Ex-guerrilheiro, Ottoni militou na Ação Libertadora Nacional (ALN) durante os primeiros anos da ditadura militar, até ser preso em 1970. Em 2004, o jornalista lançou o livro O Baú do Guerrilheiro – Memórias da Luta Armada, com memórias dos anos de prisão.

Edição: Graça Adjuto
Fonte: Site EBC

Exposição “Símbolos Cívicos do RS Uma Herança Farroupilha”

Lenço Farroupilha
No dia 09 de setembro de 1836, Antônio de Souza Netto, a figura mais respeitada das forças farroupilhas depois de Bento Gonçalves, vence as tropas imperiais na primeira grande batalha, nos campos de Seival. Neto, no fragor daquela vitória maiúscula sobre os imperiais, incentivado pelos liberais exaltados, proclamou a República Rio-grandense, declarando a província do Rio Grande do Sul separada do Brasil. Aquele gesto separatista em relação ao estado brasileiro se impunha como condição para implementar não só o regime republicano na então província sul-rio-grandense, mas também nas demais províncias brasileiras, como outros fatos vieram depois a comprovar. O Rio Grande do Sul separou-se do estado brasileiro por não mais aceitar seu regime de governo, mas não da nação brasileira.
Os símbolos cívicos oficiais do Rio Grande do Sul têm como origem aqueles adotados para a República Rio-Grandense a partir de sua declaração em 1836.
A primeira oficialização de um símbolo cívico sul-riograndense ocorreu em 12 de novembro de 1836, através de um decreto assinado pelo Presidente da República Rio-grandense em exercício José Gomes de Vasconcelos Jardim, e por Domingos José de Almeida, ministro e Secretário de Estado dos Negócios do Interior. Tratava-se de oficializar a adoção da bandeira farroupilha que fora então inadequadamente chamada de “escudo de armas do Estado Rio-grandense”. Nessa oportunidade não foram mencionados seu Brasão de Armas e seu Hino.
Implantada a república, no Brasil em 1889, republicanos gaúchos históricos como Assis Brasil, Borges de Medeiros, Julio de Castilhos, Pinheiro Machado, entre tantos outros, quando da escritura da constituição sul-riograndense de 1891, oficializaram apenas a bandeira farroupilha como símbolo estadual, definindo-a em seu título IV – “São insígnias oficiais do Estado as do Pavilhão Tricolor da malograda República Rio-Grandense”. Como se observa nesse texto legal, assim como o Hino, também o Brasão de Armas não ali foi oficializado.

Curadoria de Ivo Benfatto e Rafael Lauermann
 
Fonte: Museu Julio de Castilhos

Retrospectiva Ibram 2012

Retrospectiva 2012: Ibram avança na consolidação da Política Nacional de Museus
Encontros, debates, exposições, programas, pesquisas, ações de fomento e divulgação, parcerias. O ano de 2012 foi intenso para o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC) com avanços e conquistas para o setor, tendo sido dados passos importantes para a consolidação da Política Nacional de Museus (PNM).
Iniciado em março, o Projeto Conexões Ibram resume bem o legado que 2012 deixa para o campo museal brasileiro. Durante nove meses, o projeto passou por 17 estados para apresentar e debater instrumentos de gestão oferecidos pelo Ibram ao setor museal. Saiba mais sobre o  primeiro ano do projeto.
Parcerias internacionais também marcaram este ano, a exemplo da assinada no início deste mês, na França, entre o Ibram e a Escola do Louvre. O convênio prevê o intercâmbio de profissionais e estudantes da área museológica dos dois países a partir de 2013.
O Brasil, que sediou em julho a Reunião de Especialistas da Unesco sobre Promoção e Proteção de Museus e Coleções, viu a proposta de criação de instrumento normativo internacional, de iniciativa do Ibram, ser aprovada pelo Conselho Executivo da organização.
A ministra da Cultura, Marta Suplicy anunciou, também na França, o repasse de US$ 220 mil para o financiamento do estudo preliminar necessário à aprovação de uma Recomendação da Unesco sobre Proteção e Promoção dos Museus e Coleções.
Reunião em Paris com diretora-geral da Unesco: proteção e promoção de museus e coleções
Ainda como estímulo ao intercâmbio e compartilhamento de experiências, o Ibram trouxe para o Brasil representantes do Instituto Smithsonian (EUA), Instituto de Pesquisa de Museus da Alemanha e do Centro Provincial de Patrimônio Cultural (CPPC), de Granma (Cuba), para encontros com o público e visitas técnicas em Brasília e no Rio de Janeiro.
Presença social
O Ibram também promoveu em 2012 uma série de ações voltadas à divulgação dos museus brasileiros, a exemplo da 10ª Semana de Museus, que contou com 3.420 eventos em 1.114 museus, e da 6ª Primavera dos Museus, com mais de 2.400 eventos em 800 instituições.
O Circuito Ciclístico de Museus, que celebrou o 3º aniversário do Ibram, e o Roteiro Cultural Museus Rio+20, lançado durante o fórum mundial, foram outros exemplos de projetos voltados a ampliar a presença social dos museus.
Outro destaque foi o lançamento da 2ª temporada da série Conhecendo Museus, com 52 episódios que mostram a diversidade dos museus brasileiros. A série é exibida pela TV Brasil/EBC e TV Escola/MEC, além de ser utilizada como material didático em escolas e disponibilizada na internet. Saiba mais sobre a série de TV.
O 5º Fórum Nacional de Museus (FNM) reuniu mais de mil participantes na cidade de Petrópolis (RJ), de 19 a 23 de novembro, e traçou diretrizes para a PNM no próximo biênio, enfatizando a função social dos museus e seu papel transformador. O tema do fórum está em consonância, por exemplo, com o papel desempenhado pelos programa Pontos de Memória, que tem crescido e teve o segundo edital lançado este ano.

Fomento e Educação
No campo do fomento, foi lançada mais uma edição do Programa de Fomento aos Museus Ibram 2012, com editais destinados a apoiar e premiar iniciativas que vão desde a construção e modernização de museus até a preservação e divulgação do memória do esporte olímpico e dos grupos sociais no Brasil, num total de mais de R$ 10 milhões investidos.
Em sintonia com os princípios da Política Nacional de Museus, o Ibram lançou, também em 2012, a chamada pública para a construção do Programa Nacional de Educação Museal (PNEM). O objetivo é subsidiar a atuação profissional dos educadores de museus, fortalecer o campo profissional e garantir condições mínimas para a realização das práticas educacionais nos museus e em outros espaços culturais.

Texto: Ascom/Ibram

sábado, 29 de dezembro de 2012

Diretor do Museu do Louvre Anuncia Saída Após 12 Anos de Comando

O diretor do Museu do Louvre, Henri Loyrette, anunciou na última segunda-feira (17/12) que vai deixar o comando da instituição em 2013. A informação é da Folha Online.
Com 60 anos, Henri Loyrette está atualmente em seu quarto mandato, que termina em abril de 2013. Nos últimos 12 anos, o francês tem sido a cara do museu.
(Foto: Alfonso Ianni) - Fachada do Museu do Louvre/França
Foi durante os seus mandatos que o Louvre começou a abrir portas à arte contemporânea e a receber obras de nomes tão conhecidos como Cy Twombly, Anselm Kieffer e François Morellet, graças a uma política ativa de mecenato.
O museu ainda não anunciou quem será o sucessor de Henri Loyrette.

Fonte: Site Cultura e Mercado

Bugre Confirma Técnico e Apresenta Reforço Para o Gaúchão A2

Foi oficialmente anunciado pela Diretoria do Guarany o novo Técnico para a temporada 2013. Flademir da Cruz Freitas, o Lico, 37anos. Lico já soma mais de 20 anos de carreira dedicada ao futebol. Formado nas categorias de base do Internacional, atuou como volante, meia e atacante. 
Em sua bagagem, carrega a experiência de ter rodado o mundo inteiro jogando futebol, onde atuou inicialmente no futebol gaúcho e brasileiro, depois em clubes internacionais de países como a China e o Vietnã. Lico voltou ao Rio Grande do Sul em 2006, onde apostou no Cerâmica em 2008, quando atuou com êxito no vice-campeonato da Copa Lupi Martins, o primeiro título da equipe profissional do CAC. Depois de sofrer um acidente, que o deixou fora das quatro linhas em 2010, ele acabou recebendo a proposta do clube para assumir, como técnico, dos Juniores do Cerâmica. 
Em 2011, o grande momento de sua carreira, pois passou de auxiliar do técnico Luis Eduardo para a função de técnico do Cerâmica. Naquela oportunidade, Lico Freitas levou a equipe de Gravataí para a elite do futebol gaúcho.
Douglas Silva é a esperança do Bugre para 2013
O Guarany de Camaquã recebeu a confirmação e fechou a contratação do meia Douglas Silva. Douglas é jogador polivalente e teve passagem por grandes times brasileiros como Grêmio, Coritiba, América de Natal, Ceará, entre outros. O atleta, campeão Gaúcho pelo Grêmio em 2003, foi um dos destaques do Coritiba na campanha que rendeu o título nacional da Série B e o conseqüente acesso a primeira divisão do Campeonato Brasileiro no ano de 2007.

Fonte: Assessoria de Imprensa do Guarany de Camaquã

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Brasil Terá Vale Cultura

Dilma sanciona vale-cultura de R$ 50 mensais para trabalhador

Menos de um mês após aprovação pelo Senado, a criação do vale-cultura de R$ 50 mensais para trabalhadores que ganham até cinco salários mínimos foi sancionada, nesta quinta-feira (27), pela presidente Dilma Rousseff. Essa ajuda de custo deverá viabilizar a compra de produtos culturais, como livros, DVDs, CDs, e ingressos para espetáculos artísticos.
As empresas interessadas em oferecer o vale-cultura a seus empregados poderão deduzir o valor para custeio do imposto de renda devido até o exercício de 2017. Essa dedução fica limitada, entretanto, a 1% do IR a pagar. O trabalhador também poderá ajudar a financiá-lo por meio do desconto de até 10% de seu valor em seu salário mensal.
Quem ganha mais de cinco salários mínimos por mês também poderá receber o vale-cultura desde que seu empregador tenha atendido aos demais funcionários com remuneração inferior. Para viabilizar a concessão desse auxílio, poderão sofrer desconto de 20% a 90% do respectivo valor em sua remuneração mensal, de acordo com sua faixa salarial.
Todas estas medidas estão reunidas na Lei nº 12.761/2012, que instituiu o Programa de Cultura do Trabalhador, ao qual o vale-cultura está vinculado. A princípio, esse crédito de R$ 50 deverá ser disponibilizado por meio de cartão magnético. Mas os prazos de validade e as condições de utilização do vale-cultura precisam ser definidos ainda em regulamento específico.
Os trabalhadores só vão poder desfrutar das vantagens do vale-cultura depois que o governo federal regulamentar a Lei nº 12.761/2012, o que deve ocorrer no prazo de 60 dias.

Irregularidades
A Lei nº 12.761/2012 também estabelece uma série de punições em caso de irregularidades na operação do vale-cultura. Além do cancelamento de sua inscrição no programa, as empresas serão obrigadas a recolher o valor do benefício fiscal desviado; a pagar multa correspondente ao dobro do valor da vantagem obtida indevidamente; e, pelo período de dois anos, ficarão proibidas de negociar financiamentos oficiais, contratar com a administração pública e desfrutar de benefícios fiscais.
O projeto (PLC 114/2012) que originou a lei do vale-cultura foi apresentado pela deputada federal Manuela D’Ávila (PCdoB-RS) e, segundo o relator ad hoc da matéria na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), senador Eunício Oliveira (PMDB-CE), era praticamente idêntico a outra proposta encaminhada ao Congresso pelo Poder Executivo, fruto de estudos do Ministério da Cultura com representantes dos setores artístico e cultural do país.

Fonte: Agência Senado

sábado, 22 de dezembro de 2012

Museu "dos Corações Partidos" Chega ao Brasil em Março

Por Camila Passetti
Com informações de Thais Caramico, do Estado de S. Paulo
Quem nunca terminou um relacionamento e ficou com o coração partido? Independentemente da cultura, da origem e educação, o amor e o fim do amor são privilégio e dor de todos. Pensando nisso, um casal croata, Olinka Vistica e Drazen Grubisic, inauguraram em 2006 o Museum of Broken Relationships. O sucesso foi tanto, que uma mostra itinerante do museu foi criada e, depois de passar por 25 países, chega ao Brasil em 2013.
Segundo a informação, apurada por Thais Caramico e publicada pelo Estado de S. Paulo, a mostra passará por São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília entre os meses de março e abril. O museu nasceu do próprio término do relacionamento do casal fundador, que se viu rodeado de objetos, presentes, bilhetes e cartas de toda a história vivida pelos dois. E o que fazer com tantas lembranças?
A ideia foi coletar os objetos pessoais e expor tudo em emoções. Das 40 peças iniciais, hoje, o museu “dos corações partidos” tem um acervo de mais de mil peças. A proposta é que as peças – 70 virão para o Brasil – se misturem com os objetos das histórias locais. Sim, o público, além de visitar a mostra, pode fazer sua doação e contribuir com o acervo do Museum of Broken Relationships.

Fonte: Cartraca Livre

Descoberto Segredo Maia Sobre o Fim do Mundo

Sobrevivemos ao fim do mundo mais uma vez assim como Lula sobrevive aos ataques da direita brasileira captaneados pelo PSDB e a mídia brasileira que insistem em macular a imagem do ex-presidente.
Lula enquanto isso, continua estadista, vai a França e organiza importante debates de abrangência mundial, reforçando a imagem de nosso país em franco desenvolvimento.
A mídia busca toda hora e a qualquer momento subterfúgios para atacá-lo, seja por meio de assessores, seja por meio de banqueiros, seja por adversários políticos, seja por colunistas e outros... Eles se importam com Lula, por dois motivos, por que sabem que Lula pode voltar a ser presidente quando quiser, e por que não aceitam até hoje que um operário virou presidente da república.
Ou seja, isso é o fundo numa democracia...

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Revitalização da Praia da Barrinha em São Lourenço do Sul

Na minha opinião, a inauguração da revitalização da praia da barrinha é um símbolo da recuperação de São Lourenço do Sul após a enxurrada de março de 2010.
Neste período, desde aquela madrugada de março, toda comunidade lourenciana está realizando um intenso e arduo trabalho de reconstrução. Reconstrução de sonhos, recuperação de vidas e renovação de esperanças.
Neste contexto, a administração municipal, com a parceria do governo federal, do governo do estado, a articulação do mandato do deputado federal Henrique Fontana e o protagonismo dos funcionários públicos municipais, recuperou ruas, prédios, veículos, estradas, pontes, casas, entre tantas outras obras. Atuou nas questões objetivas e subjetivas de toda comunidade.
Foi um grande trabalho, com profundas dificuldades em razão da morosidade do estado e o emperramento da máquina pública, contando ainda com o pessimismo e o boicote de setores que resistiram em acreditar no êxito das ações de reconstrução. Porém, ficou evidente que as prerrogativas de uma gestão pública de qualidade, austeridade no investimento do recurso público e transparência garantem sucesso gradativo, mesmo diante de processos complexos e lentos. Felizmente, no caso do nosso município, o que determinou todos os atos da Prefeitura Municipal na recuperação do desastre foi a boa técnica. A norma eficiente. Todos os procedimentos adotados foram aprovados e referendados pelos órgãos controladores.
Isso deve ser comemorado! Atualmente, muito mais do que no passado sombrio do regime antidemocrático ou mesmo nas duas décadas posteriores de “abertura política”, acompanhamos pelos noticiários dos meios de comunicação uma campanha aberta contra a política e os políticos, desconsiderando a existência de bons e maus profissionais em todas as atividades em sociedade. Neste contexto, tenho orgulho em afirmar que São Lourenço do Sul é um magnífico exemplo, referência da boa política que transforma para melhor a vida e os espaços urbano e rural.
Todos estes componentes dialogam com a perspectiva de um futuro com boas possibilidades. Nossas bases de confiança e de eficiência em São Lourenço do Sul possuem exemplos concretos.
A revitalização da praia da barrinha é o símbolo de um município que vive prosperidade. Perspectivas concretas de mais desenvolvimento, com inclusão social e respeito ao meio ambiente.
Imagens que falam por si e justificam a importância deste momento e o sentimento que divido com tod@s da importância de estarmos todos juntos (sempre) e especialmente no próximo domingo, 23/12/2012, às 19h, na inauguração da revitalização da orla da praia da barrinha em São Lourenço do Sul – terra de todas as paisagens, na região turística da Costa Doce do Rio Grande do Sul.


Zelmute Marten
Chefe de Gabinete do Deputado Federal Henrique Fontana - PT RS

Alguem Haveria de Achar Bom o Fim do Mundo...

Um humor para nos entreter no fim de ano...

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Antes de Terminar o Mundo, Vamos Saber a Origem do Nome dos Planetas do Sistema Solar

Mapa do céu
Sistema Solar é uma aulinha de mitologia

SOL
Na Antiguidade, muitos povos consideravam a estrela uma divindade. Os gregos o chamavam de Hélio e os egípcios, de Rá. Os romanos deram o nome definitivo, mas a razão é desconhecida.

VÊNUS
Homenageia a deusa romana do amor e da beleza. Teria esse nome pois era o que mais brilhava quando observado por astrônomos da Antiguidade. A olho nu, é claro, pois o telescópio é do século 17.

MERCÚRIO
É o planeta mais próximo do Sol e, por isso, o que dá a volta nele mais rápido. Por isso, na Grécia era chamado Hermes, o veloz mensageiro do Olimpo. O nome atual é a versão romana do deus.

MARTE
Devido à cor vermelha, tem o nome do deus romano da guerra. Os astrônomos associaram a cor ao sangue. Já os egípcios o chamavam de O Vermelho. Na Ásia, Marte era Estrela de Fogo.

TERRA
O nome tem mais de mil anos e significa "solo" mesmo. Gregos chamavam o planeta de Gaia, entidade titânica que representa a terra. Romanos a chamavam de Telo (sem acento, por favor).

SATURNO
É um dos titãs e pai de Júpiter. Como o planeta está mais longe que Júpiter em relação à Terra, acredita-se que isso tenha determinado seu nome, como uma representação de pai e filho.

JÚPITER
O maior planeta do Sistema Solar tem o nome da principal divindade romana. Para os gregos não era diferente. Júpiter chamava-se Zeus. Já os orientais o chamavam de Estrela da Madeira.

NETUNO
Quase se chamou Le Verrier, em homenagem a Urbain Le Verrier, um de seus descobridores. A comunidade astronômica não aceitou e em 1846 o nomeou em homenagem ao deus romano dos mares, devido à cor azul.

PLUTÃO
Rebaixado a planeta-anão em 2006, hoje se chama 134340 Plutão. Foi descoberto em 1930 por Clyde Tombaugh. Como fica bem longe do Sol, Plutão seria uma homenagem ao deus romano dos mortos.

URANO
Homenagem ao deus grego do céu. Seu descobridor, William Herschel, batizou-o de Georgian Sidus, em homenagem ao rei inglês Jorge III. O nome não pegou fora do Reino Unido e mudou em 1850.

Fontes - Agência Espacial Americana (Nasa); Enos Picazzio, professor do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da USP; União Astronômica Internacional (IAU)

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Vereador de Porto Alegre Quer o Tombamento do Estádio Olímpico

Ação impediria demolição do prédio do antigo estádio do Grêmio.

Olímpico pode entrar na lista de patrimônio de Porto Alegre<br /><b>Crédito: </b> André Ávila / CP Memória
Olímpico pode entrar na lista de patrimônio de Porto Alegre
Crédito: André Ávila / CP Memória
Reeleito para o cargo de vereador com o maior número de votos em Porto Alegre, Pedro Ruas (P-Sol) está prestes a encampar uma nova disputa. Ele quer tombar como patrimônio histórico o estádio Olímpico, evitando assim a demolição da estrutura, prevista para 2013. A proposta será protocolada na Câmara nesta terça-feira. Para entrar em vigor, o texto precisa ser sancionado pelo prefeito José Fortunati, que é conselheiro do Grêmio. “Espero que a população pressione os seus representantes municipais.”
A medida, segundo ele, foi por iniciativa própria. “Não fiz consulta ao Grêmio ou à OAS”, contou ele, referindo-se à construtora que ergueu a Arena para o Grêmio como parte para ter o Olímpico, área onde deve construir torres residenciais. “O tombamento é o impedimento de mudanças estruturais na arquitetura original do estádio. E é só o ginásio e não o entorno dele”, explicou o vereador, salientando que poderia haver construções no local onde hoje ainda funciona o gramado suplementar.
Conforme o vereador, que é advogado, o tombamento do Olímpico teria respaldo jurídico: “O Olímpico cumpre os requisitos da constituição”. E mesmo com um eventual tombamento, a OAS poderia operar a ex-casa gremista. De acordo com o vereador, o Olímpico poderia seguir recebendo eventos esportivos. “A partir daí (tombamento), vários convênios podem surgir”, destacou. “A propriedade continua com a OAS ou o Grêmio, enfim. Pode ser alugado, vendido. Só não pode mudar a arquitetura original.”

Fonte: Correio do Povo e Rádio Guaíba

domingo, 16 de dezembro de 2012

PT/RS Debate Políticas Culturais

O Espaço Convergência da Assembleia Legislativa do RS, abrigou o Seminário de Políticas Culturais do PT/RS organizado pela Secretaria de Cultura do partido, com a presença de militantes, ativistas e gestores culturais.
A primeira mesa debateu o tema "A Cultura e a Disputa de Hegemonia" com as reflexões de Albino Rubin (Secretário de Cultura da Bahia) e Jeferson Assumção (Secretário Adjunto de Cultura do RS). 
Rubin refletiu que o país passou de um relação oral para uma audiovisual no campo da cultura, sem ter passado pelo estágio letrado, e que isto criou algumas lacunas que não foram preenchidas, como a profissionalização do estado brasileiro e ainda bastante latente o pensamento de uma ideologia neoliberal, sendo necessário redefinir o papel e o poder do mercado na cultura. Já Assumção, conectou a sua idéia a uma "ultramodernidade" que trabalha a convergência, numa era do "e" numa relação colaborativa, com formas de funcionamento comum, exemplificando a cultura, como um exercício de complexidade.
A segunda mesa debateu o tema "Os Novos Desafios das Políticas Culturais" com as reflexões de Glauber Piva (Diretor da Ancine), Leandro Anton (Representante dos Pontos de Cultura) e Edmilson Souza (Secretário Nacional de Cultura do PT).
Piva abordou que a dipusta de hegemonia na sociedade de hoje, é também uma disputa de valores, e que se faz necessário um enfrentamento da acronia e da atopia que acomete o sistema social, Anton trouxe um indicativo importante na descentralização do espaço público e conjuntamente com a multiplicidade de tecnologias como alternativas para se compreender as fronteiras e os territórios culturais. Já Souza apontou a importancia das identidade para fortalecimento da participação social e que a cultura precisa mostrar que é um campo de abrangência muito maior que, inclusive a educação e não um adereço seu.
Enfim... A cultura é um campo em disputa na sociedade, e que é necessário sempre estabelecer leituras e releituras sobre suas representações e valores.

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Arquivo Histórico do RS Recebe Prêmio de Direitos Humanos


O Arquivo Histórico do Rio Grande do Sul recebeu na quarta-feira (12) o Prêmio Estadual de Direitos Humanos 2012 na categoria Direito à Memória e à Verdade, oferecido pela Secretaria de Justiça e Direitos Humanos do Estado do Rio Grande do Sul.
“O prêmio destaca o importante papel que a instituição representa na salvaguarda e disponibilização de documentos referentes ao período da Ditadura Civil-Militar brasileira”, ressalta a diretora da instituição, Caroline Rafaela Heck.

Texto: Asscom Sedac

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Ministra Recebe Governador do Distrito Federal

Na pauta, a adesão de Brasília ao SNC e parceria da cidade com um dos principais museus do mundo

O Distrito Federal será mais uma unidade da Federação a integrar o Sistema Nacional de Cultura (SNC). O ato foi definido na tarde desta quinta-feira (13), em Brasília, durante um encontro da ministra da Marta Suplicy e o governador Agnelo Queiroz, no Ministério da Cultura (Minc).
No encontro, a ministra Marta Suplicy também apresentou ao governador do Distrito Federal, uma proposta de parceria permanente ente o Museu Nacional da República, gerido pelo GDF, e a instituição inglesa, Victoria and Museum (V&A).
A comitiva do GDF foi composta pelos secretários de cultura, Hamilton Pereira, e o chefe da Casa Civil, Swedenberger Barbosa.

Brasília Adere ao SNC
Durante a reunião, ficou definido que o Governo do Distrito Federal passará a o integrar o Sistema Nacional de Cultura, logo no início de 2013.
Com isso, o DF se compromete a criar seus sistemas de cultura, compostos por Secretarias de Cultura, Conselho de Política Cultural, Conferência de Cultura, Comissão Intergestores, Plano de Cultura, Sistema de Financiamento à Cultura, Sistema de Informações e Indicadores Culturais, Programa de Formação de Gestores Culturais e Sistemas Setoriais de Cultura, dando um passo firme na estruturação da gestão cultural no distrito.

Parceria Entre Museus
Segundo Marta Suplicy, a oportunidade de parceria com o Museu Nacional da República surgiu no início deste mês, durante a agenda do MinC na Inglaterra. Na ocasião a ministra foi recebida pelo diretor do V&A em Londres, que revelou com entusiasmo o interesse do museu em desenvolver uma parceria em logo prazo com o Brasil. “A ideia é trazer sem custos uma exposição que envolveria áreas de design, arquitetura, urbanismo e artesanato além de obras gregas e romanas. Seria uma grande valorização para o Museu, principalmente neste período de Copa do Mundo”, projetou a ministra.
Entusiasmado com a iniciativa o governador Agnelo, colocou o Museu da República à disposição e garantiu esforços. “Sem dúvidas é um ótimo projeto, vamos trabalhar para que ele se realize o quanto antes”, concluiu.
Ainda aproveitando o período da Copa do Mundo, a ministra também sugeriu que o governo local promovesse uma exposição indígena que retrata o ritual Quarup, celebrado pelos povos da região do Xingu, no Brasil. De acordo com o governador, a mostra poderá ser feita no Memorial dos Povos Indígenas, “Temos um espaço idealizado por Oscar Niemeyer, reservado para eles, será um prazer recebê-los”, concorda.

Fonte: Ministério da Cultura (Texto: Pablo Rodrigo - Fotos:Elisabete Alves)

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

O Tempo e o Rio Grande nas Imagens do Arquivo Histórico do RS Recebe Prêmio Açorianos de Literatura 2012

Na noite dessa segunda-feira (10), o livro O Tempo e o Rio Grande nas imagens do Arquivo Histórico RS recebeu o Prêmio Açorianos de Literatura 2012, na categoria especial.
Publicada pelo Arquivo Histórico do Rio Grande do Sul (AHRS), instituição da Secretaria de Estado da Cultura, em parceria com o Instituto Estadual do Livro (IEL) e a Maestra Comunicação e Cultura, a obra é resultado do trabalho de pesquisa do AHRS e sua equipe técnica, sob a organização de Rejane Penna, historiógrafa da instituição. A obra, concebida por Luiz Carlos da Cunha Carneiro, tem projeto gráfico de Clô Barcellos, planejamento cultural de Simone Lersch e foi patrocinado pelo Banrisul, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet).
Com 168 páginas, a publicação reúne mais de 200 imagens do acervo do Arquivo Histórico, desde o século XIX até a contemporaneidade. Estão presentes as fotografias mais significativas e exclusivas que, junto a textos de renomados pesquisadores, contam a passagem do tempo sob diferentes contextos de crises, mudanças e permanências. As imagens selecionadas contemplam quatro temas principais: antepassados, espaços/natureza, sociabilidade e luta/política.

Texto: Asscom Sedac

MAC/RS Terá Sede Própria em 2013

Na noite dessa sexta-feira (07) a abertura de duas exposições e o lançamento de um livro marcaram o final das comemorações pelos 20 anos do Museu de Arte Contemporânea do Rio Grande do Sul (MACRS). A principal comemoração, no entanto, foi o comunicado de que no segundo semestre de 2013 o MACRS terá sua primeira sede própria.
O novo endereço do museu será junto ao centro cultural do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFRS – Campus Porto Alegre), na avenida Voluntários da Pátria, antigo prédio da Mesbla, onde foi realizada a primeira Bienal do Mercosul. Para marcar a inauguração o Museu de Arte Contemporânea exibira as novas doações para seu acervo na mostra MAC 21.
Secretário Assis Brasil e primeira Dama Sandra Genro elogiaram trabalho do MACRS

A solenidade de abertura das exposições contou com a presença do secretário de Estado da Cultura, Assis Brasil, e da primeira dama do RS, Sandra Genro, que representou o governador. O secretário elogiou o trabalho desenvolvido pelo diretor do MACRS e agradeceu o apoio de Sandra Genro para concretizar a transferência do museus para a nova sede. “ O MAC transformou-se numa referência da arte contemporânea e era isso o que pensávamos, no projeto de governo e de gestão de governo, para a Casa de Cultura Mario Quintana e para o museu. Estas exposições são uma mostra do quanto estamos afinados com a contemporaneidade”.
A primeira Dama destacou a importância da nova sede para museu .  “ Reconhecemos que o trabalho realizado no museu é extremamente valoroso e nem sede ele tem. Após um tempo de escuridão que viveu a cultura do Rio Grande do Sul, voltamos a ter luz e hoje o Museu de Arte Contemporânea é reconhecido em todo o Brasil”.
O diretor do MACRS, André Vezon, ressaltou a importância da imagem no mundo contemporâneo e a visão do estado em criar seu museu há 20 anos. “ Hoje reassumimos plenamente sua missão de revalorizar a arte atual, a arte do hoje, para torná-la uma riqueza coletiva, um bem público amplo e acessível a toda a sociedade”.  Sobre a nova sede Venzon falou da atuação conjunta de educação e cultura. “ Na nova sede unimos educação e arte, como defende o secretário Assis Brasil, o Brasil não pode se dar ao luxo de as separar”. O projeto da nova sede do MACRS, com a exposição MAC 21, ganhou o prêmio Marcantonio Villaça /Funarte, do Ministério da Cultura.
MACRS recebe a escultura de Gonzaga
Também presente da solenidade o presidente do Conselho Consultivo do MACRS, Renato Malcon, que junto com os demais descerrou a placa comemorativa dos 20 anos do muses e a escultura O Homem do Rio, da série Xingu, do artista Gonzaga, que participou da XVII Bienal de São Paulo, em 1991.

Sobre as exposições
Gravando e O Último Homem na Lua são as duas exposições que podem ser visitadas até 24 de fevereiro de 2013.
Livro O Último Homem na Lua foi lançado junto com a exposição

Na Galeria Xico Stockinger, 6º andar da CCMQ, O Último Homem na Lua é um projeto que une   artes plásticas e literatura,   o livro homônimo foi lançado junto com a abertura da mostra. A realização é do  artista visual Antônio Augusto Bueno e pelo jornalista, músico e escritor Rodrigo dMart. Com curadoria de Laura Castillhos, tem financiamento do Fumproarte.
Gravando reúne mais de 100 artistas e diversas técnicas
Na Galeria Sotero Cosme, também no 6º andar da instituição, a exposição Gravando está subdivida em duas mostras de gravura contemporânea: Projeto 12×14, com diversas técnicas da arte da gravura, de 125 artistas convidados, que doaram obras em pequenas dimensões (12x14cm) formando uma importante e representativa coleção da gravura contemporânea brasileira para o acervo do MAC; e Espaço + Ateliê, que reúne trabalhos das artistas Cris Rocha e Kika Levy, idealizadoras do Projeto 12×14, que também assinam a curadoria desta exposição com a artista Graziela Salvatori, responsável por convidar 70 artistas gaúchos a participarem do projeto, que recebeu o apoio institucional do Museu do Trabalho para impressão de diversas gravuras.

 Texto: Asscom Sedac

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Seminário de Políticas Culturais do PT/RS


Study Tour Abre Possibilidades de Trocas Entre Museus Gaúchos e Britânicos.


O programa de Desenvolvimento de Museus Brasil/Reino Unido organizado pela British Council que oportunizou que representantes das áreas de gestão de museus estaduais do RS, SP, MG, RJ e a Fundação Roberto Marinho trocassem experiências com alguns dos principais museus britânicos sinalizaram boas expectativas na elaboração de ações conjuntas e estabelecimentos de parcerias entre as instituições.
Debates sobre a gestão de museus, com o Arts Council England, National Museum Director Council, Association of Independent Museums e o Departament of Culture, Media and Sport of England, nos permitiram conhecer o seu sistema de funcionamento e visualizar sua organização, pensando a política museal entre os 1.800 museus do Reino Unido.
No British Museum, podemos entender como se dá o seu programa de capacitação e voluntariado, além de um planejamento estratégico em torno do seu visitante. A sinalização interna de um museu é sempre algo desafiador, ainda mais em um museu de ciências e tecnologia, mas o Science Museum (que assinou termo de cooperação com o MEC, para elaboração e criação de um museu da ciência brasileira) apresenta maestria neste item, onde seu trabalho educativo oportuniza também uma qualificação para os licenciados em ciências através de um curso específico.
A gaúcha Marta Richter do Department of Paleontology do Natural History Museum, é uma das responsáveis pela qualidade e excelência do museu (que está elaborado a exposição de Sabastião Salgado no dia 08 de Junho de 2014 na Usina do Gasômetro em Porto Alegre) e que possui parceria com o CNPQ/Brasil onde tem forte projeto de consultoria.
Joel Santana, Coordenador do SEM/RS e Marta Richter do Natural History Museum
Na Escócia, a gestão da organização museal é realizada pelo Museums Galleries Scotland que articula uma relação estratégica na área do turismo, onde são gerados 662 milhões de libras de impacto social na economia por visitantes, com uma observação importante, os museus não cobram entrada. Um bom exemplo disto, é o National Museums Scotland, onde 1/3 da população do país já visitou o museu, mostrando que o museu também se articula com a comunidade e que esta relação é também fruto do sucesso.
National Museums Scotland
Conhecemos também o funcionamento de um instrumento importante da relação de fomento dos museus do Reino Unido é a Heritage Lottery Fund (uma loteria federal) que arrecada recursos para as áreas de patrimônio (incluem-se os museus em sua grande parte), esporte, arte e cultura e projetos de desenvolvimento local e social, e que desde 1994 já arrecadou mais de 29 bilhões de libras.
De volta a Inglaterra, fomos ao Victoria e Albert Museum (considerado o maior museu de arte e design do mundo) onde o design expográfico é referência e conhecemos o seu programa de residência, conservação e educação. A experiência no Museum of London estão muito focada em assumir uma relação de posicionamento, onde se conte a história da cidade de Londres no sentido: tempo, espaço e pessoas, numa sólida política de aquisição de acervos e no desenvolvimento de uma ação comunicativa através de aplicativos digitais.

No lugar da arte Contemporânea, a Tate Modern (que possui termo de acordo com a Pinacoteca de São Paulo), projeta um diálogo a longo prazo, visando um aumento de sua coleção de arte da América Latina, e constituindo um planejamento a longo prazo de suas exposições.

Exposição na Tate Modern
Assim, o SEM/RS busca alternativas e estuda novas ações e articulações para os museus estaduais, que possam estabelecer o fortalecimento e o intercâmbio entre instituições.